14 Agosto 2020      07:41

Está aqui

Uma viagem elementar

Por Ricardo Jorge Claudino

 

 

Se penso sobre o AR,
Penso no vento
E penso em todas as andorinhas
Que se deixam guiar
Para chegarem até aqui — agora,
E não numa outra estação qualquer.

Se penso sobre a ÁGUA,
Penso nos rios e nas ribeiras
Que nutrem as colheitas.
Só depois penso nas barragens,
Criadas pelo homem, contra a escassez.

Se penso sobre o FOGO,
Penso na sorte que a lareira tem
Por sobreviver a gélidos invernos,
E penso no pão que se perfuma em
vaidade, dentro do forno a lenha.

Se penso sobre a TERRA,
Penso em raízes que no subsolo
Se abraçam com maior íntimo
Que qualquer outra coisa — aqui,
Na superfície de um mundo paralelo.

Peço perdão à natureza por pensar tanto.
Talvez eu tenha menosprezado a
Importância dos seus quatro elementos
A troco de uma simples
Viagem pelo Alentejo.

 

----------------------------------------------------------

Ricardo Jorge Claudino nasceu em Faro em 1985. Actualmente reside em Lisboa. Mas é Alentejo que respira, por inigualável paz, e pelos seus antepassados que são do concelho de Reguengos de Monsaraz. Licenciado em Engenharia Informática e mestre em Informação e Sistemas Empresariais pelo Instituto Superior Técnico de Lisboa. Exerce desde 2001 a profissão de programador informático.Também exerce desde que é gente o pensamento de poeta.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.