22 Julho 2018      18:14

Está aqui

Splendor in the Grass (1961), de Elia Kazan

Eclesiastes, 11:9: Alegra-te, jovem, na tua mocidade. Mas para isso não te apaixones. E livra-te da intervenção dos teus pais sempre que possas. Sobretudo não te apaixones. Caso incumpras, espera-te uma de duas: desfalecimento ou loucura. Lá pelo meio, pela voz aflautada da fabulosa Barbara Loden, ouve-se algo assim: ”Um dia vais descobrir, e então que Deus te proteja.”

Claro que o percurso destes jovens se baseia naquele incumprimento específico, pois caso contrário não haveria filme. Natalie Wood e Warren Beatty. Qual deles vai enlouquecer primeiro?

Quanto ao filme, está para lá de qualquer análise: de qualquer necessidade – de qualquer possibilidade de análise, entenda-se… Por isso temos de ficar por aqui, quando mal havíamos começado. Às vezes tem de ser assim.

Imagem de  sensesofcinema.com

 
CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.