5 Março 2021      18:32

Está aqui

Inveja

Invejo o pastor que faz do monte a sua casa.

Afortunada vida que parece ter,

— a dele ou a minha?

Quem vê de longe deseja ser

O que de perto se ignora

Passa o tempo

Nasce o arrependimento

De não ir enquanto é hora.

O pastor cuida do gado

Como eu cuido dos números

Pelo sol ele é castigado

E eu, nem por qualquer astro sou amedrontado!

Caminhamos unidos pela inveja de um sonho

convictos de que sonhar nos faz ser

quem somos.

 

Imagem de arquivomunicipal. cm-lisboa .pt

 

---------------------------------------------------------------------------

Ricardo Jorge Claudino nasceu em Faro em 1985. Actualmente reside em Lisboa. Mas é Alentejo que respira, por inigualável paz, e pelos seus antepassados que são do concelho de Reguengos de Monsaraz. Licenciado em Engenharia Informática e mestre em Informação e Sistemas Empresariais pelo Instituto Superior Técnico de Lisboa. Exerce desde 2001 a profissão de programador informático. Também exerce desde que é gente o pensamento de poeta. www.claudino.eu

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.