29 Outubro 2019      15:49

Está aqui

Intervenção de 2,5 milhões vai mostrar ao público tesouros guardados do Espírito Santo de Évora

A aprovação da candidatura para o financiamento da recuperação e requalificação da Igreja do Espírito Santo de Évora, submetida ao abrigo do Programa Operacional Regional do Alentejo, Alentejo 2020, vem possibilitar, através da captação de 2 461 383.81 euros, a urgente intervenção na igreja construída pelos Jesuítas nos longínquos anos de 1566/72, como defende o Seminário Maior de Évora, que vai suportar 25% do total do investimento.

O projeto de salvaguarda e valorização deste testemunho essencial da arquitectura, arte e missão da Companhia de Jesus conta com a parceria da Direcção Regional da Cultura do Alentejo e do Laboratório Hercules, da Universidade de Évora, para alcançar os objectivos principais relativos a este importante património edificado, móvel e integrado.

O investimento de quase 2,5 milhões de euros vão suportar as obras de restauro, estrutura e consolidações, infra-estruturas eléctricas, mecânicas, águas e esgotos, museológicas e acessibilidades exteriores, tudo para "dotar o edifício de todas as condições necessárias para o tornar num ponto de referência do património cultural, devocional e turístico da cidade, designadamente com a abertura regular ao público e acesso a espaços antes reservados, como à sacristia e ao extraordinário conjunto de pinturas murais do tecto, articulando composições de grotescos com o ciclo de pinturas sobre a vida de Santo Inácio de Loyola".

As obras deverão estar concluídas no verão de 2021.

 

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.