29 Abril 2019      10:42

Está aqui

Interesse dos chineses no Porto de Sines marca agenda de Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República, que se encontra em visita de Estado à China, vai participar aí no Fórum Belt anda Road, um evento sem paralelo nas relações diplomáticas e económicas entre Portugal e o gigante asiático e que visa ligar a Ásia à Europa e ao continente africano, onde o porto de águas profundas de Sines assume uma posição estratégica central.

O encontro acontece cinco meses depois de Xi Jinping, presidente da República Popular da China, ter visitado Portugal para formalizar o memorando de entendimento que agora une os dois países.

Segundo a Revista Cargo Marcelo Rebelo de Sousa pretende reforçar o compromisso português na mega-iniciativa infra-estrutural de conectividade terrestre e portuária da China, onde o Porto de Sines "ganha um relevo particular, sendo a plataforma capaz de ser o elo marítimo de ligação da placa continental europeia ao continente africano, aos portos americanos, e, por terra, a toda a massa continental euro-asiática".

Esta atractividade geoestratégica, na confluência de três rotas internacionais de comércio (Mediterrâneo, África e Canal do Panamá), torna o Porto de Sines um apelativo ponto de paragem para as rotas comerciais de vários quadrantes geográficos.

Segundo Filipe Santos Costa, enviado especial do ‘Expresso’ à China, a hipótese do segundo terminal do Porto de Sines poder ser concessionado, no futuro, a uma operadora chinesa, está «em cima da mesa e não deixará de ser abordada nos contactos destes dias». Recorde-se que o presidente do Conselho de Administração da APS, realçara, em Dezembro de 2018, que as empresas chinesas estão cientes do potencial do Porto de Sines. «Recebemos várias delegações de empresas chinesas dispostas a conhecer a operação do Porto de Sines e o novo Terminal Vasco da Gama», declarou, em entrevista à cadeia televisiva chinesa CGTN, José Luís Cacho.

Ainda segundo a Cargo, em Novembro, as entidades representantes do Complexo Industrial e Portuário de Sines visitaram o porto chinês de Ningbo-Zhoushan (maior porto do mundo em termos de tonelagem de carga movimentada anualmente), "intensificando as relações entre os portos para uma cooperação permanente", dava conta, à data, a aicep Global Parques, que frisou o facto de a cidade de Ningbo estar "geminada com Sines havendo uma ligação directa (Lion Service) semanal Sines – Ningbo, o que insere Sines na Rota e Faixa da Seda".

 

Imagem de capa de João Relvas, da Lusa.

 

Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mã

 

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.