10 Março 2019      19:10

Está aqui

Era alentejano, foi um dos maiores e agora é um prémio

Era alentejano, foi um dos maiores da pintura portuguesa da segunda metade do século XIX e agora é um prémio de pintura.

Trata-se de Henrique Pousão, mestre impressionista nascido em Vila Viçosa em 1859.

Apesar de só ter vivido 25 anos – faleceu em 1884 – foi um dos mais ilustres antigos alunos da Universidade do Porto. Era formado em Desenho Histórico, Arquitetura Civil, Escultura e Pintura Histórica na Academia Portuense de Belas-Artes, antecessora direta da Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto.

É também no Porto, no Museu Nacional de Soares dos Reis que está a maior parte das pinturas do artista, mas também existem obras no Museu do Chiado, em Lisboa.

Na sua terra nativa, Vila Viçosa, nasceu, em 1985, um prémio de homenagem ao artista e que tem o propósito de estimular os artistas alentejanos.

Com um prémio de 2.500 euros, este concurso dá uma total liberdade temática aos autores serão admitidas todas as tendências e correntes estéticas, desde que enquadradas na disciplina de pintura.

Podem concorrer todos os artistas naturais do Alentejo ou residentes na região, com o máximo de duas obras inéditas e originais, da sua exclusiva propriedade e desde que as obras não tenham sido apresentadas a nenhum outro prémio ou concurso e que não estejam incluídas em catálogos ou publicações.

As obras concorrentes devem ser entregues até ao dia 30 de setembro na Câmara Municipal de Vila Viçosa.

 

Imagem sigarra.up.pt

Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mão

 

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.