14 Julho 2019      11:09

Está aqui

Serpa promove enchidos e presunto no final de julho

Quando se pergunta por enchidos e presuntos de qualidade as respostas podem ser muitas por este Alentejo fora. Se juntarmos uma dose extra de hospitalidade, Cante, tradição, cultura e genuinidade, as opções ficam mais reduzidas, e um dos nomes que fica é o de Vila Nova de São Bento, em Serpa.

Será esta a localidade onde, de 26 a 28 de julho, decorrerá a 4ª Feira do Enchido e do Presunto, uma iniciativa organizada pela União das Freguesias de Vila Nova de São Bento e Vale de Vargo, e que conta com o apoio da Câmara Municipal de Serpa.

A 26 de julho, dá-se às 18.30h a sessão de bbertura com a participação dos alunos do 1.º Ciclo de Vila Nova de S. Bento “Cante nas Escolas" com uma prova comentada de enchidos logo a seguir. A partir das 20h00 há música com Grupo de Bombos Alen’Ritmo e depois o “Sons da Nossa Terra” ; Rancho de Cantadores de Aldeia Nova de São Bento; Grupo Coral Etnográfico de Vila Nova de São Bento; Grupo Coral Feminino “Madrigal”; Grupo Musical “Cruzeiro”; Banda Plause; DAW (Dj’s Project).

No dia 27 de julho (sábado), às 17.30 h há uma Tertúlia “A importância da gastronomia para um turismo de excelência”: “Mangotes de Aldeia Nova” na Arca do Gosto do movimento Slow Food ; Victor Lamberto – Convivium Alentejo do Movimento Internacional Slow Food; “Geoturismo Slow”, “Eat-inerários Slow @ Alentejo” e “Rede Slow Travel no Alentejo” - Moderador: David Machado, Rota do Guadiana, ADI e depois uma visita à unidade de fabrico de “Mangotes de Aldeia Nova”

Ás 22h há música com o  Grupo Rastolhice; MT 80; DJ OLIVS

No dia do encerramento, 28 de julho (domingo) começa às 16.30h uma Mesa Redonda: “Fortaleza Slow Food e cozinheiro da Alliançe” com participação do Painel de Provadores de Enchidos do Sul de Portugal, cozinheiros, entidades de turismo locais e às 18h enchidos e presunto no âmbito da Gastronomia Alentejana – Tradição, Cultura, Património e Alimentação (combinação com gaspachos, algaramolho, tomatadas, lavadas, caldo de toucinho e outros pratos regionais) por Silvina Ferro Palma – Confraria Gastronómica do Alentejo

A festa encerra com Alma Flamenca; Associação Flamenca; “De Moda em Moda”; DJ André C.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.