17 Abril 2018      15:52

Está aqui

Empresárias do Alto Alentejo lançadas na internacionalização

O Núcleo Empresarial de Portalegre (NERPOR) está envolvido numa parceria empresarial transfronteiriça que pretende internacionalizar negócios no Alentejo geridos por mulheres. As primeiras iniciativas arrancaram em março com a deslocação a Sevilha de 20 empresárias da região, que participaram no Fórum INTREPIDA.

O NERPOR enquanto parceiro do projeto INTREPIDA "Internacionalização das Empresárias de Espanha e Portugal para a Inserção, Desenvolvimento e as Alianças”, mobilizou cerca de 20 empresárias da região para participarem no Fórum Intrépida que se realizou nos passados dias 7 e 8 de Março em Sevilha. Este encontro reuniu cerca de 60 empresárias do Norte Alentejo e Alentejo Central e Algarve e outras 60 de diferentes partes da Andaluzia.

Foram realizadas reuniões entre as empresarias nos 2 dias do evento, iniciando-se na tarde de dia 7 uma primeira sessão de networking, em que as empresárias puderam trocar impressões e conhecimentos, partilhando as suas experiências com outras empresárias de diferentes setores de atividades.

Durante o dia 8, Karine Bruck que detém mais de 20 anos de experiência profissional em Espanha, Portugal, Síria, Turquia e Marrocos, entre outros países, e especialista em comércio exterior, análise de mercado e otimização de empresas para mercados estrangeiros, falou sobre Internacionalização, e apontou as principais dificuldades e barreiras que encontram as PME para a internacionalização.

Participaram neste encontro mulheres empresárias de Portalegre, Castelo de Vide, Nisa, Elvas, Cabeço de Vide, Crato e Ponte de Sôr que gerem empresas de natureza muito diversificada, do turismo à arquitetura, consultoria, design, artesanato, cosméticos, alimentos, marketing e comunicação, produção e comércio de produtos agroalimentares, entre outros.

Os workshops de capacitação em Internacionalização e Tecnologias de Informação e Comunicação servem para preparar as empresárias para a realização de ações de capacitação que serão futuramente postas em prática, através de e-learning, no qual as mulheres empresárias vão usufruir desta ferramenta tecnológica para o apoio à tomada de decisão.

Segundo Jorge Pais, presidente do NERPOR, aquele núcleo empresarial do Alto Alentejo "encontra-se muito empenhado no apoio ao empreendedorismo feminino, desenvolvendo ações que procuram ajudar as mulheres empresárias a concretizar os seus projetos".

Imagem de capa de regiao-sul.pt

 
CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.