9 Setembro 2016      08:08

Está aqui

CASTRO VERDE RECEBE FESTIVAL MEDITERRÂNICO

Serão os sons dos Rhytmes Des 7Lunes, Aiwa Band, Ana Alcaide, Cuca Roseta e cante alentejano que vão marcar o Festival Planície Mediterrânica, em Castro Verde (Beja), num programa que se completa com oficinas, bailes, exposições e gastronomia.

Este Festival integra a rede do Festival Sete Sóis Sete Luas, que, na edição 2016, envolveu 33 municípios de 13 países - incluindo o também alentejano município de Ourique.

Sendo uma fruto de uma parceria entre a autarquia, as associações Sete Sóis Sete Luas e PédeXumbo, o Festival Planície Mediterrânica pretende evidenciar a identidade mediterrânica e tradicional do concelho dando a conhecer estas marcas culturais mas também promovendo intercâmbios com outras culturas do Mediterrâneo. Para tal, a música será um veículo desta multiculturalidade e os Rhytmes Des 7Lunes – que vão abrir o festival na sexta, pelas 21:30, no Anfiteatro Municipal – são exemplo disso a sua formação é composta por Lúcio Vieira (Cabo Verde), Liron Meyuhas (Israel), Adil Smaali (Marrocos), José Peixoto (Portugal) e Lavinia Mancusi (Itália). No sábado será a vez dos Aiwa Band, de Marrocos e França, , e, no domingo, da espanhola Ana Alcaide e da portuguesa Cuca Roseta.

Lugar também para a dança e para o baile com o projeto português A Batalha do Modesto Camelo Amarelo, os italianos Duo Pastis, e para músico e compositor francês Laurent Geoffroy.

Mas também o tradicional alentejano marca presença na viola campaniça de Pedro Mestre, e pelo grupo de música tradicional Os Alentejanos, além de outros grupos corais.

A Feira de Velharias e Produtos da Terra, tabernas, petisqueiras, bares e esplanadas, animações de rua, oficinas de danças, artesanato, o 7.º Encontro de Bicicletas Antigas, e as exposições - "EmCANTE", com pinturas do português Joaquim Rosa sobre cante alentejano; "Alcancía", com fotografias do espanhol Hamadi Ananou; "Trabalhar a memória, dignificar a ruralidade", sobre o Museu da Ruralidade, do concelho de Castro Verde; "As mulheres são factos enigmáticos", instalação artística da portuguesa Vanda Palma; e "Alicè", instalação de "street art" da italiana Alice Pasquini - completam o programa deste festival.

Imagem de capa Raízes e Antenas.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.