12 Setembro 2016      11:02

Está aqui

BEJA QUER REACTIVAR OBSERVATÓRIO DO SUICÍDIO

A diretora do serviço de psiquiatria da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA), Ana Matos Pires, revelou à Voz da Planície que, em 2017, Beja vai ser o primeiro distrito a comemorar o “Setembro Amarelo”, ou seja, o mês da prevenção do suicídio. A revelação foi feita na semana em que se assinala o Dia Internacional do Combate ao Suicídio, o passado Sábado, dia 10 de Setembro.

Ana Matos Pires mencionou que o suicídio é um comportamento e não uma doença, sendo um problema de saúde pública, devido às suas consequências. A diretora do serviço de Psiquiatria da ULSBA referiu que o estudo deste problema deve avançar especialmente no Alentejo.

Ana Matos Pires considera urgente estudar e iniciar um combate e prevenção ao suicídio no Baixo Alentejo porque é um fenómeno da região que precisa de esclarecimentos mais aprofundados.

A diretora do serviço de Psiquiatria da ULSBA mencionou a necessidade de pedir ajuda a algumas instituições para reativarem o observatório do suicídio, identificando-as. Os esforços e preparativos para que Beja, em 2017, seja o primeiro distrito a comemorar o “Setembro Amarelo” já estão a ser feitos. Esta tradição em nome da prevenção do suicídio ainda não existe em Portugal e Beja será a sua pioneira.

No passado Sábado, dia 10 de Agosto, assinalou-se o Dia Internacional do Combate ao Suicídio.

Ana Matos Pires é médica psiquiatra, mestre em Psiquiatria e Saúde Mental, docente da Faculdade de Medicina da Universidade do Algarve e diretora do serviço de psiquiatria do Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo. 

 

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.