16 Junho 2019      18:13

Está aqui

Animação e arte une reclusos e idosos em Odemira

Há, em Odemira, um projeto que une reclusos e idosos. Trata-se do “Sem Rede” um projeto artístico, de animação comunitária, construído em parceria pela associação local TIC TAC e pelo Estabelecimento Prisional de Odemira.

A direção artística pertence a Marco Telmo Quintino e este projeto é desenvolvido no âmbito das Técnicas de Teatro de Rua e Artes Circenses e visando a promoção da autoestima e da criatividade, através da atividade artística, facilitando a inclusão social das reclusas do Estabelecimento Prisional de Odemira e dos utentes das IPSS (centros de dia, lares de 3ª idade).

Este projeto tem uma grande intenção: facilitar a reintegração de detidos, um problema complexo e, para o qual, são necessários pessoas, ações e projetos que contribuam para a sua reabilitação e recondução social.

Portugal em ainda poucas respostas sociais que contribuam e promovam a reabilitação e reintegração deste segmento populacional.

O projeto tem assim em desenvolvimento uma formação em Técnicas de Teatro de Rua e Artes Circenses para a comunidade prisional do Estabelecimento Prisional de Odemira (a decorrer desde setembro de 2018) e prepara a montagem e apresentação do espetáculo final SEM REDE, realizado pela equipa de formandas do Estabelecimento Prisional de Odemira, aberto a toda a comunidade, e que decorrerá este mês.

Têm sido também realizadas ações de animação comunitária, fora do estabelecimento prisional,desenvolvidas por Marco Telmo Quintino e secundadas pelas reclusas formandas em RA Regime Aberto, para os utentes das IPSS/associações/escolas do concelho de Odemira, que podem extrapolar o limite temporal do projeto e perpetuar-se no futuro.

O projeto SEM REDE é financiado pelo Município de Odemira através do Programa Sinergias Sociais 2019.

 

Imagem de kcur.org

Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mão

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.