Está aqui

Urgências Hospitalares

Sindicato alerta que cirurgia na urgência de Beja tem falta de médicos

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) denunciou que a cirurgia no serviço de urgência do hospital de Beja está a funcionar “abaixo dos mínimos de segurança” e está “em perigo de encerrar” se não forem contratados mais médicos, adianta a Lusa.

Em comunicado, o SIM refere que “as equipas de cirurgia” na urgência do hospital de Beja, que é gerido pela Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA), “estão a funcionar abaixo dos mínimos de segurança para cidadãos e médicos”.

Hospitais de Beja e Portalegre sem Urgência de Ginecologia e Obstetrícia

Os hospitais de Beja e Portalegre estão sem Urgência de Ginecologia e Obstetrícia desde ontem, sexta-feira e, durante o próximo fim de semana, não se realizarão cirurgias no Hospital do Litoral Alentejano por falta de médicos.

A notícia foi avançada pela agência Lusa que contactou fontes dos três hospitais e obteve a informação de que "a falta de médicos especialistas em número suficiente para o preenchimento das escalas de serviço, durante estes dias, inviabiliza o funcionamento dos serviços".

HOSPITAL DE BEJA

O Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo adiantou à comunicação social que arrancam hoje as obras de beneficiação no Serviço de Urgência do Hospital de Beja.