Está aqui

Seca

Chuva não chega para tirar o Baixo Alentejo da condição de seca

As últimas semanas têm sido pródigas em chuva, com as barragens nacionais a registarem a recuperação do volume da água armazenada, mas também muitas cheias, destruição de propriedade, 2 mortos confirmados e um desaparecido.

Contudo e apesar de toda a chuva a seca vai manter-se nas zonas mais críticas do país, nomeadamente no Baixo Alentejo e no Algarve.

Graça Carvalho defende centrais de dessalinização para combater seca no Alentejo

A eurodeputada bejense Maria da Graça Carvalho  defende que a União Europeia deve elaborar um plano de contingência em resposta aos efeitos da seca que está a afetar por períodos cada vez mais longos o Alentejo.

Em Estrasburgo, a eurodeputada defendeu que o plano de contingência deve adoptar “medidas que permitam dar respostas imediatas e a longo prazo a este problema" eventualmente através de "programas de eficiência na utilização da água, construção de barragens ou instalação de centrais de dessalinização”.

 

Imagem © European Parliament

 

 

Alentejo com barragens quase secas

É um problema mundial e um quarto da população de todo o planeta pode mesmo, num curto espaço de tempo, vir a ficar sem água.

Não são dados novos os que apresenta o relatório do Instituto Mundial de Recursos, no entanto, há um agravamento das situações relativas à escassez de água e Portugal é mesmo o 41.º na lista dos países em risco, sendo considerado que está num nível de escassez de água elevado - nível que atingem países que utilizam mais de 40% dos recursos hídricos disponíveis.

Resta menos de 10% da água na barragem Monte da Rocha, em Ourique

A Barragem do Monte da Rocha em Ourique está a levantar uma grande preocupação entre autarcas e sobretudo agricultores já que esta é de utilização predominantemente agrícola, por se encontrar com reservas de água de apenas 9,8%.

Agricultores alentejanos terão facilitado acesso à água do Alqueva

Os agricultores alentejanos verão facilitado acesso à água do Alqueva para gado e rega. Esta é uma das medidas tomadas pela Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA) para prestar auxílio aos agricultores no combate à seca, cuja área, a sul, é cada vez maior.

De acordo com o Boletim Climatológico do Instituto Português do Mar e da Atmosfera do início de julho, 33,9% do território continental estava em seca extrema ou severa, 22,7% em seca moderada e 40,9% em seca fraca.

Alentejo com 10 concelhos em seca extrema força auxílio do Governo

Um inverno e uma primavera pouco chuvosas provocaram que 10 concelhos alentejanos seca extrema ou severa.

Entre o Alto e centro Alentejo, Setúbal e Lisboa, são mais 51 os que se encontram em seca severa.

A situação preocupa o Governo e, a partir da próxima semana, estarão disponíveis apoios superiores a três milhões de euros para auxílio aos agricultores em dificuldades.

Seca: Agricultores alentejanos prevêem "ano de calamidade"

Nas áreas do litoral alentejano, como um pouco por todo o Alentejo, cresce a preocupação quanto a um possível seca este verão dada a pouca pluviosidade registada até ao momento.

Na barragem do Monte da Rocha, em Ourique, o armazenamento situa-se nos 11,8 por cento. Nas de Campilhas e Fonte Serne, em Santiago do Cacém, são registados atualmente 16,3% e 33,8% de água, respetivamente.

Seca: Governo pré-contrata camiões de abastecimento de água. Alentejo com novas ligações de abastecimento

Entramos na Primavera com temperaturas altas, o que começa a tornar-se habitual, que sucede a um inverno sem chuva suficiente para recuperar os níveis necessários de água nas barragens e que causam pressão hídrica nas terras de pasto e de cultivio. Os sinais de alarme vêm da agricultura, particularmente a sul do país, onde a seca já atingiu o nível de severa.

Alentejo está em seca meteorológica e arrisca seca hídrica

A falta de chuva em janeiro está a agravar a seca meteorológica, principalmente no Alentejo e Algarve e, embora a situação aparente não ser tão grave quanto a ocorrida no ano passado, os valores da precipitação em Dezembro, segundo o IPMA, foram bastante abaixo do ano anterior e o mês de janeiro só veio a agravar a situação. Para termos uma ideia, o IPMA esclarece que em janeiro, tivemos valores de precipitação na ordem dos 20% do que é habitual.

Construção da Barragem do Pisão é “urgente”

A Confederação dos Agricultores de Portugal - CAP voltou a defender a urgência em que se construa a Barragem do Pisão, no concelho do Crato.

Páginas