Está aqui

Onda de calor

Duração da onda de calor no Alentejo é “atípica”

A persistência de temperaturas acima de 40ºC na região do Alentejo é uma “situação atípica”, refere Flávio Couto, investigador do Instituto de Ciências da Terra (ICT) da Universidade de Évora.

Em comunicado, o investigador explica que esta onda de calor sentida está relacionada com “a semi-estacionaridade de uma depressão nos níveis médios a oeste/sudoeste de Portugal continental”, que “inibe a circulação típica de verão associada ao Anticiclone dos Açores e favorece os ventos de sudeste/este para o Alentejo na baixa atmosfera”.

Temperaturas sobem a partir de hoje. Saiba como pode proteger-se do calor

A partir de hoje, quarta-feira, vai registar-se um aumento das temperaturas em Portugal continental, sendo previsível que amanhã estas ultrapassem os 40ºC em algumas regiões do país, o que leva também a um aumento considerável do risco de incêndio rural, alerta o IPMA.

De acordo com informações divulgadas por Bruno Café, meteorologista do IPMA, à Lusa, este fenómeno deve-se à passagem de uma massa de ar quente e seco sobre o território de Portugal continental a partir do dia de hoje.

Prevê-se onda de calor que chega aos 40ºC em Évora e Beja

As previsões meteorológicas apontam para uma subida significativa das temperaturas na Península Ibérica já no final desta semana, com os termómetros a poderem atingir os 47°C no vale do Guadalquivir, na Andaluzia, e com uma média de 35°C para o território de Portugal continental, adianta a TSF.