Está aqui

Literatuta

NUVENS

Andava com a cabeça nelas. Todos os dias. De um lado para o outro, a pensar nas nuvens. No meio delas, uma almofada fofa e onde se pode descansar. Era de descanso que precisava e nelas gostava de passar o tempo. Nas nuvens. Cabeça nas nuvens. Andava a divagar por elas quando saía de casa e caminhava nas ruas. Sentia-se o ar compactado.