Está aqui

jovens

Coração Delta promove emprego em Fronteira e Marvão

Esta será a segunda edição do Pro-Move-Te, o programa que apoa a empregabilidade jovem no distrito de Portalegre e que, este ano, terá como foco os concelhos de Fronteira e Marvão que se juntam a Ponte de Sor e Sousel, após o sucesso alcançado na 1ª edição do projeto.

Câmara de Beja investe 1,1 milhões de euros para fixar jovens

Com o objetivo de fixar os jovens ao concelho, a Câmara de Beja vai avançar para a reabilitação de imóveis, na Praça da República, para arrendar a jovens casais.

Com o realizar deste investimento, a autarquia considera ainda que este projeto ajudará também fortemente a dinamizar o centro histórico da capital sul-alentejana.

O projeto é apoiado financeiramente pelo IFRRU 2020, e que disponibiliza empréstimos em condições mais favoráveis, que as do mercado, e que permite a reabilitação integral de edifícios, desde que se destinem à habitação.

CORAÇÃO DELTA ENTRA NO COMBATE AO DESEMPREGO JOVEM

Pela mão da Associação Coração Delta, presidida pelo Comendador Rui Nabeiro, nasceu o projeto “Pro-move-te” e que visa combater o desemprego jovem no Alentejo.

Num projeto inovador em Portugal - e que praticará metodologias usadas e comprovadas em Espanha -  numa primeira edição serão integrados 60 jovens alentejanos provenientes de Nisa, Ponte de Sor e Sousel e que, durante 5 meses, irão ser preparados para o mercado de trabalho, como avança a Rádio Portalegre.

OS EXCESSOS DOS JOVENS ALENTEJANOS

Segundo um inquérito feito a jovens de 18 anos participantes no dia da defesa nacional, o Alentejo é a região do país onde se verifica maior consumo de substâncias aditivas, enquanto a Madeira é a zona com menor consumo. A nível regional, o estudo destaca que existe maior consumo de álcool e tabaco no Alentejo, de drogas ilícitas no Algarve e tranquilizantes/sedativos sem prescrição médica nos Açores, quer no que respeita à experimentação, ao consumo recente e ao consumo atual. A Madeira é a região com menor prevalência de consumo diário de álcool, os Açores de tabaco, o Alentejo de cannabis e o Algarve de tranquilizantes.

JOVENS ORQUESTRAS

No passado dia 17, Évora pode assistir a um concerto pela Joven Orquesta Promúsica de Málaga. Até aqui nada de novo, não fosse esta ser uma orquestra jovem de apenas uma cidade. Acontece que Málaga tem duas orquestras de jovens, o mesmo número de orquestras de Portugal inteiro, ambas sediadas em Lisboa: Orquestra Sinfónica Juvenil e Jovem Orquestra Portuguesa. Muito são os cursos de verão organizados pelos conservatórios ou bandas filarmónicas do nosso país que formam orquestras de jovens, mas, estes são cursos em que os participantes têm de pagar uma propina que normalmente é elevada. Estes cursos devem continuar a existir pois existem muitos jovens espalhados pelo país interessados em passar parte das suas férias tocando e convivendo com música. No entanto, seria importante que existisse pelo menos uma estrutura que sustentasse uma orquestra de jovens Portuguesa à semelhança do que acontece em Espanha

CRIANÇAS E JOVENS: OS FIADORES DA DÍVIDA PÚBLICA

Atualmente, o Estado Português deve aos credores um valor superior a 200 mil milhões de euros. Quem vai pagar esta dívida? Aqueles que ainda estão por nascer, as crianças e os jovens. É sobre eles que recai, verdadeiramente, a garantia de pagamento. A dívida pública é um fardo que estão a colocar às costas dos nossos filhos, netos e bisnetos...

Mas, como se isso não bastasse, são as crianças e jovens os que mais sofrem e que mais são afetados pelo risco de pobreza. Foram pelo menos 500 mil as crianças e jovens que perderam o direito ao abono de família entre 2009 e 2012 e muitas outras viram o seu valor ser reduzido. Consequência das medidas de austeridade, que também arrastou mais 35 mil crianças para uma situação de carência alimentar.

Sabor das Cores é Made in Alentejo

Chama-se Joana Silva, é natural de Évora, tem 31 anos e é licenciada em Sociologia. Diz-se de corpo e alma na Sabor das Cores, uma empresa dedicada à culinária criativa, gestão e organização de eventos. Quando lhe perguntamos se o fez sozinha é peremptória na resposta: Este projecto nunca existiria se não tivesse o apoio incondicional da minha irmã Rita!

Apresentamos-lhe a Sabor das Cores, que reúne todos os ingredientes necessários para organizar a sua Festa de Sonho. Festas personalizadas e originais, que trazem o conceito de Sweet Table Design.

VADA, tradição e inovação. Made in Alentejo

Dois jovens, ela Valentina e ele Daniel, com fortes ligações ao Alentejo, artesãos de alma e coração, criaram há dois anos a VADA, em S. Pedro do Corval.

Uma visita ao perfil do facebook da VADA explica que: VADA aponta a combinação de detalhes refinados e inovação das formas com a antiga tradição do artesanato de acessórios de couro e pele. Na base de todos os acessórios está o uso de câmaras-de-ar e outros materiais recuperados exclusivamente para dar vida a formas únicas bem como as suas histórias. O intuito é combinar a necessidade de um consumo consciente que prolongue a vida útil dos materiais com a pesquisa estética de que, por vezes, se sente a falta na chamada moda ecológica.

Conversámos com a Valentina, que nos contou tudo.

O Correr dos dias | 19 fev “Mea culpa”

Jean-Claude Juncker, sucessor do português Durão Barroso como presidente da Comissão Europeia, disse hoje sobre a austeridade: "Insultámos a dignidade dos gregos, portugueses e irlandeses"

É DE COMER, Made in Alentejo

Ana Rita Fragoso e Marta Aires são duas jovens eborenses que viram uma oportunidade de negócio, agarraram-na e agora não têm mãos a medir.

A primeira é Assistente de Loja e tem 28 anos, a segunda é Enfermeira e tem 24 anos. Juntaram-se e decidiram apostar na arte de fazer bolos. Made in Alentejo. E começaram de uma forma inusitada. A Marta durante um mês pedinchou um bolo de chocolate com recheio de framboesa e uma Hello Kitty desenhada! Foi o primeiro bolo do É de Comer!

Páginas