Está aqui

Governo

Juromenha está a cair

O Estado de Degenerescência da Fortaleza de Juromenha, em Alandroal

 

Foi questionado o Sr. Ministro da Cultura na Audição da Comissão de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto, sobre a situação em que se encontra a Fortaleza de Juromenha.

Tendo em conta que as respostas foram pouco esclarecedoras e de certa forma desvalorizadas, houve a necessidade de reforçar o pedido por escrito ao Sr. Ministro da Cultura.

O litoral alentejano quer apoio da UE para obras nas redes de água

A CIMAL - Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral, pediu ao Governo a abertura de avisos de concurso para o Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR)" de modo a permitir o acesso das câmaras, de forma isolada, a fundos comunitários para obras nas redes de água em baixa.

Governo aprovou investimentos de 50 milhões em centrais fotovoltaicas em Évora

O Governo já autorizou, a nível nacional, 29 centrais fotovoltaicas sem tarifa subsidiada, que correspondem a 967 megawatts de potência instalada e a um investimento potencial de cerca de 740 milhões de euros.

Deste montante cerca de 61 megawatts de potência instalada autorizada, representando 3 centrais e um investimento previsto de cerca de 50 milhões de euros, está localizada precisamente no distrito de Évora, região do Alentejo que a par do Algarve constitui um dos locais que mais têm atraído os investidores.

Ferrovia no Alentejo: o que falta resolver

Recentemente foi lançado o concurso para a construção da ferrovia entre Évora e Elvas e o início da obra entre Elvas e Caia. Contudo, prevalece uma forte incerteza no que respeita às paragens dos comboios de mercadorias no distrito de Évora, mas também relativo ao processo de expropriações.

Os riscos da euforia

Como é evidente temos que estar satisfeitos ao ver a economia portuguesa a crescer. Isso é bom sinal e é muito positivo para todos.

No entanto, considero muito estranho não haver referências aos recordes históricos mais baixos da Poupança. Valores na ordem dos 4%. Uma matéria extremamente séria que uma atenção especial. Parece que este assunto não interessa a ninguém!

Porque é que não há preocupações nem referências a esta matéria? Pergunto se isso não preocupa os portugueses?

EDP ameaça fechar Sines antes de 2025

O orçamento de Estado para 2018 prevê um aumento da carga fiscal aplicada às centrais a carvão, passando matérias primas como o carvão e o coque - usados na produção de eletricidade, calor ou gás de cidade – passado a pagar 10% do ISP, taxa que será agravada até aos 100% em 2022. Prevê ainda o fim da isenção do Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP) e introdução de uma taxa de carbono.

O GOVERNO NÃO APOSTA NAS INFRAESTRUTURAS CIENTÍFICAS E TECNOLÓGICAS DO ALENTEJO

É fundamental que o Governo adote medidas que permitam a abertura de avisos de concursos para a apresentação de candidaturas à realização de investimentos em infraestruturas cientificas e tecnológicas, e no caso do Alentejo, que permitam a concretização da segunda fase do Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia e de outras infraestruturas científicas e tecnológicas. Para o Alentejo esta matéria é uma questão decisiva.

BEJA: PCP QUESTIONA GOVERNO SOBRE REDE RODOVIÁRIA

Em audiência com o Ministro do Planeamento e das Infra-estruturas, Pedro Marques , o Grupo Parlamentar do PCP questionou o sobre o investimento na rede rodoviária do distrito de Beja.

O ministro foi questionado sobre a data de abertura à circulação o troço de auto-estrada de atravessamento do Sado entre a A2 e Santa Margarida do Sado e sobre a previsão quando à requalificação da ligação rodoviário entre o troço em construção e a cidade de Beja.

GOVERNO PROMETE INVESTIR 2,3 MILHÕES A CURTO PRAZO NAS ALBUFEIRAS DO ALENTEJO

O Governo assumiu ontem em Ourique o compromisso de investir 2,3 milhões de euros na limpeza de albufeiras alentejanas através do Programa de Intervenções a Curto Prazo em Albufeiras, em intervenções que decorrerão entre março e outubro deste ano.

O anúncio foi feito precisamente na Estação de Tratamento de Água do Monte da Rocha, em Ourique, uma das albufeiras a ser intervencionada até ao verão e que neste momento, apesar da chuva, regista apenas 8% da sua capacidade de armazenamento de água.

Páginas