Está aqui

Governo

Linha férrea entre Évora e Elvas é a “maior obra do século”

O Secretário de Estado das Infraestruturas, Frederico Francisco, afirmou que está em curso no Alentejo aquela que “será uma das maiores obras ferroviárias em Portugal provavelmente do último século”.

De acordo com a Planície, o governante falava durante a abertura da IV Energy and Climate Summit, sobre Mobilidade e Transporte Ferroviário, que aconteceu nas instalações da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, em Évora, nos dias 26 e 27 de janeiro.

PS do Baixo Alentejo exige construção de hospital em Beja

O PS do Baixo Alentejo afirma que é “urgente dotar a região de melhores condições de saúde” e defendeu “a construção imediata da segunda fase do Hospital José Joaquim Fernandes”, na cidade de Beja.

Em comunicado, citado pela agência Lusa, a Federação do Baixo Alentejo (FBA) do PS sublinhou que é “consensual” entre os socialistas do distrito que é “urgente dotar a região de melhores condições de saúde”.

“É um direito fundamental das pessoas e condição para a qualidade de vida e aspeto crítico para a fixação de nova população”, acrescentou a federação.

Odemira quer contratar mais pessoas para os serviços públicos

O presidente da Câmara Municipal de Odemira, Hélder Guerreiro, pediu um reforço de pessoal nos serviços públicos existentes no concelho, onde disse faltarem “cerca de 38” funcionários em várias áreas de atuação.

De acordo com a Lusa, o autarca falava na sessão de abertura de uma conferência sobre migrantes, em São Teotónio, na qual esteve presente a ministra-adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes.

“Tirando a segurança, temos um défice de cerca de 38 pessoas” em diversos serviços públicos no território, revelou o presidente.

Uma crise política. Uma tradição que se rompe!

As derrotas do Partido do Socialista nas legislativas que ocorreram nas últimas duas décadas estiveram associadas a desastres económicos. Esta situação quase passou a ser considerada uma tradição.

Lembramos as situações do famoso «Pântano» de António Guterres e da «Banca Rota» deixada por José Sócrates.

Terreiro da Batalha dos Atoleiros é sítio de interesse nacional

O Terreiro da Batalha dos Atoleiros, em Fronteira, foi aprovado em Conselho de Ministros como sítio de interesse nacional.

De acordo com a Lusa, o Governo explica que esta classificação se deve ao facto de o terreiro se constituir como uma “importante paisagem natural e histórico-cultural”.

Segundo a mesma fonte, este local histórico “conserva tanto a topografia original, como a memória material e simbólica” do episódio bélico ocorrido em 1384 entre Portugal e Castela, de grande significado no quadro da resolução da crise dinástica gerada após a morte do rei Fernando I.

Os portugueses vão perder a paciência com António Costa

São 10 demissões em nove meses. Para um Governo com maioria absoluta é obra! Tivemos novas mexidas na orgânica e um reforço do perfil político. Tenho dúvidas que seja suficiente para estancar a sangria de casos e saídas.

Este governo tem estado sujeito a inúmeras polémicas: desde a opção de Pedro Nuno Santos pela localização do novo aeroporto de Lisboa até às incompatibilidades apresentadas por diversos membros do executivo, passando pelo caos nas urgências hospitalares, que levaram à demissão da então ministra da Saúde, Marta Temido. São casos e mais casos dentro do Governo.

PSD quer certificação do Tapete de Arraiolos e regime especial para artesãs

O PSD recomenda, em projeto de resolução apresentado no parlamento, a certificação do Tapete de Arraiolos e a equiparação do regime contributivo das bordadeiras da Madeira às suas artesãs, ficou ontem, 2 de janeiro, a saber-se.

De acordo com o grupo parlamentar do PSD, este projeto de resolução já foi entregue na Assembleia da República, tendo sido subscrito por cinco deputados do partido, entre quais se encontra Sónia Ramos, única eleita por este partido no círculo eleitoral de Évora.

Exploração do Alqueva permanece a cargo da EDIA

A conservação e a exploração das infraestruturas da rede secundária do empreendimento de Alqueva, no Alentejo, vão continuar a cargo da Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA), segundo um despacho publicado hoje, segunda-feira, em Diário da República.

De acordo com a agência Lusa, o documento foi assinado pela ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes. Assim, o Governo aprova a minuta do contrato de concessão da exploração e conservação do Alqueva, a celebrar entre o Estado português e a EDIA.

Cidadãos propõem desagregação de freguesias em Portalegre

A União de Freguesias de Ribeira de Nisa e Carreiras, no concelho de Portalegre, acaba de ver aprovada a sua desagregação por maioria em reunião de assembleia freguesia.

Em declarações à agência Lusa, Francisco Carriço, presidente da União de Freguesias e eleito pelo movimento Candidatura Livre e Independente por Portalegre (CLIP), explicou que a proposta foi apresentada por populares, residentes na aldeia de Carreiras.

“Foi um grupo de cidadãos que apresentou a proposta”, a qual “foi à reunião da assembleia de freguesia pela mão de três eleitos da CLIP, PS e PSD”, disse.

Governo investe 140 mil euros em GNR de Portalegre

O Centro de Formação de Portalegre da GNR vai ter a sua cobertura substituída e o seu balneário de sargentos remodelado, num investimento de 140 mil euros, foi anunciado em Diário da República (DR).

De acordo com a agência Lusa, a autorização para esta obra partiu da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, entidade responsável pela execução financeira dos procedimentos adstritos, no âmbito da Programação de Infraestruturas e Equipamentos das Forças e Serviços de Segurança do Ministério da Administração Interna.

Páginas