Está aqui

Governo

Governo investe 500 milhões em obras rodoviárias no Alentejo e todo o país

O primeiro-ministro apresentou um conjunto de “pequenas grandes obras” rodoviárias no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), defendendo que o investimento de 500 milhões de euros “terá um impacto profundo económico, porque dinamizará pequenas e médias empresas e gerará emprego disseminado” no território nacional.

De acordo com a Lusa, António Costa assumiu esta posição no final da sessão de apresentação do programa de investimentos em infraestruturas no âmbito do PRR, que decorreu na sede das Infraestruturas de Portugal, no Pragal, no concelho de Almada.

Ministra garante que 4.720 pessoas já se mudaram para o interior

A ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, referiu nesta quinta-feira que 4.720 pessoas já se transferiram para o interior ao abrigo de programas do Governo, dizendo que são todos “bem-vindos”, adianta a agência Lusa.

Respondendo ao deputado e líder do Chega André Ventura, a ministra garantiu que “através do programa Trabalhar Interior conseguimos já captar 350 pessoas e, através do programa Regressar, 4.370 pessoas, ou seja, estamos a falar de 4.720 pessoas”.

Programa Bairros Saudáveis financia 27 projetos no Alentejo

O Programa Bairros Saudáveis vai financiar 246 projetos, dos quais 69 em territórios do interior e 27 no Alentejo, o que “praticamente esgota” a dotação disponível de 10 milhões de euros, anuncia a Lusa.

Governo vai lançar tarifa social da Internet para os mais pobres

O Governo prepara-se para definir uma tarifa social da Internet para as pessoas com menos recursos, à imagem do que se passa com a energia e que será automática.

O Governo vai definir um tarifário reduzido cuja aplicação “é da responsabilidade” dos operadores e irá permitir aos consumidores com baixos rendimentos acederem a serviços como o email, as redes sociais e as videochamadas.

Registo de trabalhadores agrícolas passa a ser obrigatório

O Presidente da República promulgou, nesta quinta-feira, no mesmo dia em que foi aprovado em Conselho de Ministros, o diploma que impõe um registo diário de trabalhadores de explorações agrícolas e do setor da construção, no âmbito do combate à pandemia da covid-19. O diploma entra hoje em vigor.

Governo vai criar espaços de teletrabalho no interior do país

O Governo quer abrir, até ao final de junho, 53 espaços de teletrabalho no interior do país, em igual número de municípios, para dinamizar estes territórios e facilitar a fixação e atração de pessoas e empresas.

Governo aprova apoio de 976 mil euros para Casa Salgueiro Maia

O Governo autorizou a Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCA) a reprogramar os encargos referentes à instalação da Casa da Cidadania Salgueiro Maia, em Castelo de Vide, num valor superior a 976 mil euros, avança a Lusa.

A partir de uma portaria publicada em Diário da República (DR), a secretária de Estado do Orçamento, Cláudia Joaquim, e a secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural, Ângela Carvalho Ferreira, autorizaram a reprogramação dos encargos no “montante total de 976.465” euros.

Barragem do Pisão prevê 120 milhões em versão final para Bruxelas

O projeto de construção da Barragem do Pisão, no Crato, consta na versão final do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) com um montante de 120 milhões de euros, tendo sido enviado na passada quinta-feira por Portugal à Comissão Europeia.

De acordo com a Lusa, o Empreendimento de Aproveitamento Hidráulico de Fins Múltiplos do Crato (Barragem do Pisão) está previsto que envolva, no total, cerca de 171 milhões de euros.

Governo reajusta investimento na barragem do Pisão

O Governo reajustou os investimentos para estradas e a barragem do Pisão, tendo sido revistos em baixa em quase 200 milhões de euros, avança o jornal ECO.

De acordo com o Programa de Estabilidade entregue na madrugada na Assembleia da República, o investimento de 171 milhões de euros no aproveitamento hidráulico de fins múltiplos do Crato foi redimensionado e passou a ter alocado um investimento de 120 milhões de euros.

Falta de turistas está a “apagar” a economia de Marvão

Marvão precisa de turistas “como de pão para a boca”, admite o presidente da autarquia, que voltou a defender a reabertura da fronteira com Espanha, frisando que a falta de turistas está a “apagar” a economia.

Em declarações à Rádio Portalegre, Luís Vitorino diz que o Governo deve tomar medidas em função da evolução da pandemia nas diferentes regiões do país, considerando que “não faz sentido manter as fronteiras fechadas”, sobretudo em territórios com baixa incidência de casos de covid-19.

Páginas