Está aqui

Fundos Comunitários

ALENTEJO 30M/€ PARA A INOVAÇÃO PRODUTIVA

Já foi lançado o aviso de concurso que visa conceder apoios financeiros a projetos de Inovação Produtiva às empresas alentejanas que contribuam para o aumento do investimento empresarial das grandes empresas em atividades inovadoras e para o reforço da capacitação empresarial das PME para o desenvolvimento de bens e serviços.

Fatores como a diferenciação, diversificação e inovação, na produção de bens e serviços transacionáveis e internacionalizáveis podem ser decisivos e são alvo de prioridade, num concurso que quer ajudar a criar valor acrescentado.

422 MILHÕES LIGAM ALENTEJO À EUROPA

Será no início de 2018 que o plano Ferrovia 2020 para o Corredor Internacional Sul – que atravessará o Alentejo a partir de Sines e ligará com o centro da Europa - abrirá concurso para a realização das obras e prevê um investimento total de 422 milhões de euros, comparticipados por Fundos Comunitários através do mecanismo CEF – Connecting Europe Facility que contribui com 158 milhões do valor total, o que torna este projeto o maior investimento ferroviário em Portugal nas últimas décadas.

2,5M€ FAZEM NASCER MUSEU BERARDO EM ESTREMOZ

O Museu Berardo vem mesmo para o Alentejo. Depois de se ter equacionado a sua instalação numa antiga fábrica em Vila Viçosa, o museu será instalado num palácio setecentista, em Estremoz, após obras adaptação de 2,5 milhões de euros - comparticipadas em 75% por fundos comunitários - que começarão ainda este ano.

FORTALEZA DE CAMPO MAIOR REQUALIFICADA

A requalificação da fortaleza de Campo Maior – monumento nacional desde 1911 - já está em curso e aquela fortaleza com mais de 400 anos vai conhecer assim uma nova era.

Demorará cerca de 24 meses e é fruto de um investimento de 4,5 milhões de euros, financiados a 75% por fundos comunitários.

Importante estrutura militar na defesa da fronteira nacional, este baluarte tem a forma um polígono irregular de dez lados, alguns dos quais já inexistentes.

COMISSÃO EUROPEIA E BANCO EUROPEU DE INVESTIMENTO VIERAM AO ALENTEJO

Évora recebeu esta semana - no auditório da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo - os representantes da Comissão Europeia em Portugal e do BEI - Banco Europeu de Investimento numa uma sessão de esclarecimento do Plano de Investimento.

VILA VIÇOSA REABILITA CINETEATRO FLORBELA ESPANCA

O ano de 2018 marca o início da reabilitação do cineteatro Florbela Espanca, em Vila Viçosa - terra natal da poetisa – naquele que representará um investimento de 400 mil euros, comparticipados em 85% por Fundos Comunitários.

Inaugurado em 29 de julho de 1957, o cineteatro calipolense tem mais de 60 anos e já foi alvo de uma grande remodelação há cerca de duas décadas, no entanto está há encerrado para espetáculos há já seis anos, devido à degradação do teto e da cobertura, sendo utilizadas só algumas salas e espaços onde se têm realizado para exposições e reuniões.

O ALTO ALENTEJO EXIGE A BARRAGEM DO PISÃO

Os autarcas e os agricultores do Alto Alentejo voltaram a exigir a construção da Barragem do Pisão, no Crato, pois acreditam que esta pode vir a resolver os problemas de falta de água na zona.

A seca deste ano, torna ainda mais veemente a exigência deste projeto hidroagrícola que é uma reivindicação que dura já desde o tempo em que Mário Soares era primeiro-ministro.

CANTE SERVIDO À MESA

Começou ontem, em Aljustrel, a segunda edição do “Cante à Mesa”, a iniciativa que leva o Património Mundial às mesas dos restaurantes do concelho.

O objetivo é promover e divulgar o cante alentejano, e esta iniciativa prossegue hoje com animação de rua em Aljustrel e Messejana – pelas 16h - com os "Cante de Modas".

Em Rio de Moinhos serão os "Moços D'Arrufa" a atuar às 15h30 e em Ervidel os "Margens do Roxo", "Flores de Primavera" e "Beira Serra", pelas 16h.

HOMENAGEM À ARTE DE JOÃO CUTILEIRO

Dá pelo nome de ""João Cutileiro - Pedras na Praça" o projeto que visa homenagear a arte pública do escultor João Cutileiro. Programada para Évora, a exposição tem a data prevista para setembro de 2018, e prevê-se que seja composta por 30 maquetes das suas obras, fotografias de grandes dimensões das esculturas finais e um documentário.

8 MILHÕES PARA ABASTECIMENTO DE ÁGUA NO ALENTEJO

Vão ser investidos perto de 7,9 milhões de euros milhões de euros para garantir o abastecimento público de água ao concelho de Serpa, no distrito de Beja.

O investimento pertence à AgdA - Águas Públicas do Alentejo e garante três obras, sendo a mais expendiosa a reabilitação e ampliação da ETA - Estação de Tratamento de Água da albufeira do Enxoé, contemplando a instalação de uma unidade de produção de energia fotovoltaica para autoconsumo e a construção de uma nova estação elevatória.

Páginas