Está aqui

Financiamento

Grândola atribui 1 milhão a Juntas de Freguesia

A Câmara Municipal de Grândola vai atribuir mais de 1 milhão de euros às Juntas de Freguesia do concelho, revelou a autarquia em comunicado.

Segundo a mesma fonte, as verbas estão associadas às delegações de competências da Câmara para as Juntas e a protocolos de colaboração.

Além disso, “os valores para 2024 voltaram a ser reforçados, comparativamente a 2023, através da atribuição de 200 mil euros para a realização de pequenas obras de proximidade”, refere o município.

Castro Verde assegura 2,1M€ para requalificar centro de saúde

A Câmara Municipal de Castro Verde celebrou, na passada terça-feira, o contrato de financiamento, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência, para execução das obras de requalificação do Centro de Saúde e Serviço de Urgência Básica (SUB) de Castro Verde.

Em comunicado, a autarquia explica que o contrato foi celebrado com os ministérios da Saúde e da Coesão Territorial, contemplando o financiamento de 2,1 milhões de euros.

Mourão financia obras no quartel dos Bombeiros

A Câmara Municipal de Mourão acaba de assinar um protocolo com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários (AHBVM), para financiar, no valor de 8148 euros, as obras de melhoramento no pavimento do Edifício Multiusos da corporação.

Em comunicado, a autarquia explica que este edifício, “para além de constituir uma resposta social aos mais diversos grupos de população, tem uma importância vital para uma maior mobilidade na envolvência do quartel, estacionamento e desenvolvimento futuro”.

Montemor-o-Novo financia obras no Escoural de 65 mil euros

A Câmara Municipal de Montemor-o-Novo e a Junta de Freguesia de Santiago do Escoural estabeleceram dois protocolos que visam a requalificação do parque infantil e a substituição de algerozes no complexo multifuncional daquela vila.

Em comunicado, o município indicou que os dois protocolos representam um apoio global da câmara que ronda os 65 mil euros e vão permitir “intervenções consideradas essenciais para a vivência da vila de Santiago do Escoural”.

Hospital de Évora adquire 163 mil euros para bloco de partos

O Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE) obteve um financiamento de 163 mil euros para a aquisição de equipamentos para o bloco de partos, no âmbito de um programa de incentivos financeiros.

Segundo o HESE, citado pela agência Lusa, este financiamento advém do Programa de Incentivo Financeiro à Qualificação dos Blocos de Parto do Serviço Nacional de Saúde (SNS), lançado, no início deste ano, pela Direção Executiva do SNS.

Plataforma Cidadã quer obras na ferrovia do Alentejo financiadas pelo PRR

A comissão dinamizadora da plataforma cidadã “Sim ao Aeroporto Internacional de Beja” defende que as obras necessárias nas ligações ferroviárias do Alentejo devem ser financiadas pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), ideia que já enviou por escrito ao Governo. 

Universidade de Évora recebe 2M€ para preservar zimbrais

Um projeto liderado pelo MED – Instituto Mediterrâneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento, da Universidade de Évora (UÉ), que pretende melhorar o estado de conservação dos Zimbrais nas dunas costeiras de Portugal, acaba de receber financiamento superior a dois milhões de euros.

Festival Terras Sem Sombra tem futuro incerto

O apoio financeiro ao Festival Terras Sem Sombra pode não ser atribuído às suas próximas edições, apesar de a Direção-Geral das Artes (DG Artes) ter considerado elegível a candidatura deste Festival ao Programa de Apoio Sustentado às Artes (na modalidade bienal). A revelação foi feita pela direção do Festival através da sua página na rede social Facebook, conforme noticia o Sul Informação.

ULSBA não consegue assumir gestão do Hospital de Serpa

A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) não tem capacidade financeira para ter outro hospital. Esta foi a garantia deixada pela Administração da Unidade Local de Saúde a João Dias, deputado do PCP eleito por Beja, durante uma reunião realizada esta semana onde foi discutido o futuro do Hospital de S. Paulo, em Serpa, cuja gestão está a cargo da Santa Casa da Misericórdia.

Santiago do Cacém vai ter novo Centro de Saúde

A Câmara Municipal de Santiago do Cacém acaba de anunciar que cedeu um terreno à Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA), com 7 260 metros quadrados, com vista à construção do novo Centro de Saúde.

Em comunicado, a autarquia explica que “disponibiliza o terreno a título gratuito, em virtude de se destinar à construção de um Centro de Saúde e o mesmo ser de manifesto interesse público, e que foi aceite pela ULSLA”.

Páginas