Está aqui

Enfermeiros

Projeto-piloto para captar profissionais de saúde chega a Évora

As Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho de Évora vão poder experimentar, nos próximos seis meses e de forma gratuita, a plataforma digital “MyCareforce”, que tem como objetivo ajudar a diminuir a falta de recursos humanos, para já apenas enfermeiros, nestas instituições.

Hospital de Évora apela a enfermeiros reforço urgente das equipas

O Hospital do Espírito Santo de Évora revelou que necessita “urgentemente” de mais enfermeiros para doentes com covid-19, nesta unidade e na estrutura municipal de apoio que foi criada, apelando a todos os profissionais disponíveis para reforçar turnos.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a presidente do conselho de administração do HESE, Maria Filomena Mendes, afirma que este reforço é necessário para dar resposta aos utentes com a doença provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2.

Autarca de Beja afirma que enfermeiros que saíram do país “fazem muita falta”

Paulo Arsénio, presidente da Câmara Municipal de Beja, afirmou que “os enfermeiros formados na Escola Superior de Enfermagem (ESE) de Beja e que têm saído para o estrangeiro fazem agora muita falta”, no âmbito do agravamento da pandemia de covid-19.

Em declarações ao Jornal de Notícias, o autarca apela: “não sei como seria viável, mas via com bons olhos eles virem dar uma ajuda ao seu país”. Recorde-se que a ESE é considerada uma das melhores escolas de enfermagem em Portugal e cujos alunos sistematicamente deixam o país com destino a Inglaterra.

MAIS ENFERMEIROS A CAMINHO DE PORTALEGRE

Será já na próxima semana que 18 novos enfermeiros chegarão à Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano - ULSNA que, no total de enfermeiros contratados recentemente faz um aumento de 30 profissionais nesta área e que visa a prestação de um melhor serviço e a reposição da dotação de pessoal de enfermagem existente em 2011.

 

Imagem de educare.bio.br

A NOVA PROFISSÃO DE ENFERMEIRO

A recente confirmação da anulação das eleições de 2011 para a ordem dos enfermeiros, pelo Tribunal Central Administrativo, instiga-nos a refletir acerca do real valor desta profissão. Em causa está a realização de um ato eleitoral - o que se destinava a escolher a constituição da nova ordem dos enfermeiros - anulado pelo tribunal administrativo de Lisboa, em Dezembro de 2011. A então lista B, invocava a existência de várias irregularidades cometidas pela mesa da assembleia da secção regional sul.

FALTA PESSOAL NO HOSPITAL DO LITORAL ALENTEJANO

Faltam profissionais de Hospital do Litoral Alentejano e isso já está a impedir a utilização de todo o equipamento nos cuidados intensivos.

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses revela que o Hospital de Santiago do Cacém está a trabalhar com um número de enfermeiros muito inferior ao necessário, facto que O Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (U.L.S.L.A.) também admitiu referindo que o número de Enfermeiros(as) em todo o Litoral Alentejano "está abaixo da linha vermelha".