Está aqui

economia

Estado vai apoiar a fundo perdido restaurantes e pequenos negócios

Os restaurantes e outros pequenos negócios podem preparar-se para aceder aos novos incentivos à adaptação das microempresas ao contexto Covid-19.

Estes incentivos, que são fundos comunitários do Portugal 2020, não reembolsáveis, prometem pagar até €5.000 dos gastos com máscaras e demais despesas que os pequenos negócios estão a fazer para se ajustarem às novas regras impostas pela pandemia.

Mourão vai ter fronteira aberta

A fronteira de Mourão com a Villa Nueva del Fresno vai ser um ponto de passagem autorizado entre Portugal e Espanha.

Sob vigilância rigorosa da Guarda Nacional Republicana (GNR), esta abertura terá horas determinadas - dias úteis, das 7h às 09h e das 18h às 20h -  e, de acordo com o Governo, deve-se: “à realidade local de trabalhadores transfronteiriços, é criado, em Mourão, mais um ponto de fronteira transitável, em períodos especificados”.

Hong Kong já vai poder comer vitela alentejana

Duas empresas alentejanas já estão habilitadas a exportar carne de bovino para Hong Kong.

As autoridades chinesas aprovaram que seis empresas nacionais – onde se incluem duas alentejanas, três da região de Lisboa e Vale do Tejo e uma da região Norte – pudessem exportar a sua carne para esta região autónoma chinesa, num processo de certificação que decorria desce outubro do ano passado.

A Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, no seu site, publicou uma nota referente ao tema, congratulando-se com a aceitação da carne nacional neste território chinês.

 

 

O poder do Estado cada vez mais dominante

Para quem como eu prefere menos Estado, mas melhor Estado, começa a ficar assustado com o evoluir da situação. Com a crise provocada pelo COVID 19 o poder do Estado aumentou brutalmente. Se já vivíamos num Estado omnipresente e omnipotente, então a situação ainda se tornou pior.

Boeing vs Embraer: o que vai acontecer às fábricas de Évora?

A norte-americana Boeing e a empresa brasileira Embraer – que detém várias fábricas em Portugal - tinham estabelecido um acordo de parceria antes da crise pandémica.

O hotel alentejano que é destaque na CNN

Há um hotel alentejano que mantem as portas abertas em plena pandemia, o Craveiral Farmhouse, em São Teotónio, e que é notícia na CNN.

Com cerca de dois anos, o hotel da costa alentejana optou por continuar a funcionar implementando todas as recomendações das autoridades de saúde e sendo assim capaz de manter todos os postos de trabalho.

Alentejo: o Turismo pós Covid-19

Se há área que tem sofrido com a crise pandémica e que certamente verá alterada a sua forma de estar e funcionamento no pós-Covid 19 será a área do Turismo.

Especialistas internacionais – que participaram numa videoconferência organizada pela Associação de Promoção Turística do Alentejo - fizeram o prognóstico para uma procura maior de viagens que garantam a segurança sanitária e um aumento da procura de hotéis mais pequenos, de áreas de turismo não massificadas, com natureza e boa gastronomia, necessidades que o Alentejo pode responder na perfeição.

Vinhos do Alentejo em apoio à produção nacional

Foi em resposta ao desafio lançado pelo Instituto da Vinha e do Vinho e do Ministério da Agricultura – que apelar ao consumo de produtos nacionais, como forma de apoiar os agricultores e produtores portugueses – que a CVRA – Comissão Vitivinícola Regional Alentejana aceitou o desafio e gravou um vídeo com a duração de 1 ou 2 minutos, a apelar ao consumo responsável e de qualidade dos produtos nacionais.

Covid-19: afinal qual é o plano para Portugal?

Começo a ter a forte sensação que não existem quaisquer Planos para se ultrapassar o COVID 19, muito menos para dar uma resposta minimalista sobre quais os passos que se seguem! Não existem quaisquer Planos para o dia em que se vai ter que retomar a atividade económica. Cada dia que passa, parece que tudo fica igual. Os dados apresentados são estatísticos, reportados com a frieza dos números que suportam uma evolução lenta de uma crise duradoura. Sem fim à vista!

No Alentejo, o vinho também é solidário

Têm sido várias as campanhas que têm mobilizado alentejanos e empresas alentejanas na solidariedade para ajudar quem mais precisa e os que lutam na linha da frente, nesta crise pandémica.

Uns apoiam centros de investigação, ajudam a hospitais de campanha e outras estruturas, outros fazem donativos em dinheiro e da cedem álcool para a produção de álcool gel, cada um têm ajudado como pode.

Neste sentido, Herdade da Malhadinha Nova e a Garrafeira Soares criaram o projeto “AMA - Apoia, Mobiliza e Atua”, um projeto que conta com duas vertentes de apoio.

Páginas