Está aqui

Direção Regional da Cultura do Alentejo

Classificação do Megalitismo é “arma” contra ameaças do património

O processo de classificação do Megalitismo Alentejano encontra-se a decorrer poderá em breve ser uma “arma” da Direção Geral de Cultura do Alentejo contra ameaças ao património “em contextos de práticas agrícolas intensivas”, revela Ana Paula Amendoeira, diretora regional de Cultura do Alentejo.

Em declarações ao jornal Sul Informação, a responsável garante que este é um “projeto particular, excecional, urgente, mas muito importante e histórico” que permitirá, de uma assentada, classificar mais de 2000 monumentos.

Casa da Cidadania Salgueiro Maia inaugurada hoje em Castelo de Vide

A Casa da Cidadania Salgueiro Maia, em Castelo de Vide, é inaugurada hoje, quinta-feira, 1 de julho, data que marca o aniversário do capitão de abril que, se fosse vivo, completaria 77 anos de idade, avança a Renascença. Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, vai estar presente na cerimónia.

Deputados de Beja visitaram Museu Regional Rainha D. Leonor

Foi a convite da Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCAlentejo) que os deputados do Círculo Eleitoral de Beja visitaram Museu Regional Rainha D. Leonor, em Beja.

Telma Guerreiro e Pedro do Carmo (PS) e João Dias (PCP) acompanhados pela Diretora Regional de Cultura, Ana Paula Amendoeira, pelo Vice-Presidente da Câmara Municipal de Beja, Luís Miranda, e pelo Padre Manuel do Rosário, Presidente da Associação Portas do Território (APT), visitaram a prossecução dos projetos em curso com vista à Reabilitação e Valorização do Museu.  

Ruínas alentejanas de S. Cucufate a Monumento nacional

As conhecidas Ruínas de S. Cucufate vão ser reclassificadas e promovidas a Monumento Nacional após a abertura do procedimento necessário pela Direção-Geral do Património Cultural, também em jeito de celebração dos 40 anos da investigação nas ruínas, assinalados em 2019.

Com esta nova classificação será possível ampliar a zona classificada destas ruínas em Vila de Frades, concelho da Vidigueira, passando a chamar-se Sítio Arqueológico de São Cucufate e que, ao longo dos tempos, foi uma vila romana e um mosteiro.

Alegada destruição de anta em Évora motiva queixa-crime

A Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCAlen) e o Grupo Pró-Évora, uma associação de defesa do património da cidade alentejana, apresentaram uma queixa-crime pela alegada destruição de uma anta numa herdade perto de Évora, devido à plantação de um amendoal intensivo.

Em declarações à Lusa, Ana Paula Amendoeira, diretora regional da DRCAlen, afirmou que “já fizemos aquilo que temos que fazer”, que foi “a comunicação, como queixa-crime, da destruição de património” junto do Ministério Público.

Serpa formaliza protocolo para salvaguarda do património arqueológico

A Câmara Municipal de Serpa e a Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCA) assinaram um protocolo de colaboração para a salvaguarda e proteção do património arqueológico no âmbito dos processos agrícolas.

Em declarações à Planície, Odete Borralho, vereadora da câmara, refere que “a autarquia está preocupada com a crescente transformação do território, devido às práticas agrícolas intensivas, em particular com os possíveis impactos negativos sobre a preservação do património arqueológico do concelho de Serpa”.

Entrada em museus e monumentos alentejanos com descontos

Até 30 de setembro, está em vigor um novo programa de descontos no acesso a museus, palácios, monumentos e sítios arqueológicos nacionais na região do Alentejo.

Resultante de um protocolo assinado entre a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) e as Direções Regionais de Cultura (DRC), o programa permite visitar todos os monumentos e museus sob a dependência destas entidades, com condições especiais.

Visitas temáticas no Alentejo mostram saber-fazer tradicional

A Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCAlen) vai promover o projeto “Alentejo, Patrimónios”, cuja estreia está marcada para dia 22 de agosto, e contempla quatro visitas temáticas que mostram o saber-fazer tradicional e a diversidade cultural alentejana.

Presidente da Câmara do Crato quer devolver Castelo aos munícipes

O presidente da Câmara Municipal do Crato, Joaquim Diogo, pretende “resgatar” o Castelo da vila alentejana, cedido à Fundação Castelo do Crato desde os anos 1990, noticia a Rádio Portalegre.

O autarca defendeu que “o Castelo tem de voltar à posse do município ou do estado” de maneira a devolver o património do concelho aos habitantes do Crato e a todos os visitantes que queiram conhecer melhor o concelho. É de salientar que o Castelo se encontra ao abandono e em estado avançado de degradação.

Cultura do Alentejo vence competição internacional

A Direção Regional de Cultura do Alentejo, juntamente com o Centro de Estudos de Arqueologia, Artes e Ciências do Património (CEAACP) da Universidade de Coimbra, integra a parceria vencedora do prémio europeu da competição internacional Copernicus Hackathon Cork para projetos sobre património natural e cultural.

Páginas