Está aqui

Dia da Mulher

Mulheres de Portalegre manifestam-se a 8 de março com carrinhos de bebé vazios

O Núcleo de Portalegre do MDM - Movimento Democrático de Mulheres participa amanhã, dia 8, na  Manifestação Nacional de Mulheres  que se realiza em Lisboa (Restauradores  Ribeira das Naus).

Sob o lema "Pelo Direito a Viver e Trabalhar no Norte Alentejano", as mulheres do distrito levarão consigo carrinhos de bebé vazios, uma forma simbólica de reivindicar o direito a fixar-se e constituir família no distrito com menos nascimentos no país.

"Explosão de afetos" em concerto com entrada livre no Dia da Mulher em Reguengos de Monsaraz

Reguengos de Monsaraz vai celebrar o Dia da Mulher com o concerto Amaro Máscaras – Lado a Lado. O espetáculo organizado pelo Município de Reguengos de Monsaraz terá entrada gratuita e vai decorrer no dia 8 de março, pelas 17h, no auditório municipal da cidade.

Mulheres preparam manifestação nacional para 8 de março

A Manifestação Nacional de Mulheres 2020 será uma forte expressão da unidade das mulheres em defesa dos seus direitos e pela paz no mundo. É assim que a descreve a Direcção Nacional do Movimento Democrático de Mulheres – MDM, que reuniu ontem em Lisboa, para avaliar e preparar a iniciativa, cuja expectativa em relação ao número de participantes é muito elevada.

Alcácer do Sal "dá música" às mulheres no dia 8 de março

A Câmara Municipal de Alcácer do Sal vai assinalar o Dia Internacional da Mulher com duas ofertas: entradas gratuitas na Cripta Arqueológica do Castelo de Alcácer e, à noite, um concerto no Auditório Municipal da cidade.

Ao longo do dia, as mulheres poderão visitar gratuitamente a Cripta Arqueológica no Castelo de Alcácer do Sal e ficar a conhecer este espaço emblemático do concelho, que reúne no mesmo local 27 séculos de História. A Cripta funciona das 9h às 12h30 e das 14h às 17h30, sendo que a última entrada ocorre meia hora antes do encerramento.

DEIXEM OS VOSSOS FILHOS BRINCAR COM BONECAS

O Dia Internacional dos Direitos das Mulheres ou o Dia Internacional das Mulheres, numa sociedade justa, nem sequer deveria existir. Mas, enquanto houver mulheres vítimas de desigualdade, tortura, abusos, assédio, escravatura, violência, mutilações, entre outros horrores, justifica-se a sua permanência.

Actualmente, comemora-se esse dia (e também se pode celebrar, pois é legítimo celebrar as conquistas), mas muita gente tem dele uma ideia superficial, que não corresponde em absoluto ao seu propósito original.

"Dia da Mulher"

"Para cada mulher que deu à luz, para cada contribuinte e cidadão deste país, lutámos pela igualdade de direitos de todos os outros. É a nossa vez de ter igualdade salarial de uma vez por todas e igualdade de direitos para as mulheres"

Foi assim que Patrícia Arquette terminou o seu discurso aquando da recepção do Óscar de Melhor Actriz Secundária.

É de facto preocupante que nos dias que hoje correm ainda tenha que existir alguém que alerte para este tipo de desigualdades.