Está aqui

Cultura

As cantigas que trauteamos

Era pequenino. Novinho e já ouvia e tentava imitar as cantigas que ouvia trautear. É um verbo bonito e diferente. Nunca tive muito, diria nenhum, sucesso nas minhas tentativas de imitação a cantar. Até ao dia de hoje, e isso não mudará certamente enquanto eu viva. Também, não sei quanto tempo vou viver. A nossa duração física e carnal é sempre uma incógnita. Houvera uma bola de cristal e certamente muita gente a usaria para descobrir o seu tempo nesta terra.

Barro da Flor da Rosa, uma marca do Alentejo

   Seguimos a nossa jornada pela fascinante cultura alentejana. Voltamos ao barro, uma verdadeira marca da região. Depois da olaria de Redondo e Nisa, vamos até Flor da Rosa, berço do imponente Mosteiro de Santa Maria de Flor da Rosa e que chegou a ser sede da Ordem do Hospital, mais tarde designada de Malta.

εἰς τήν Πόλιν (na cidade)

A cidade está longe e contém muitas fronteiras: muitas, entre esplendor e miséria - poucas, entre sonho e realidade, entre memória e presente, entre Europa e Ásia. A cidade está sobre sete colinas, como Roma e também Lisboa, e é dividida por um mar que liga dois mares.

Festival Terras Sem Sombra tem futuro incerto

O apoio financeiro ao Festival Terras Sem Sombra pode não ser atribuído às suas próximas edições, apesar de a Direção-Geral das Artes (DG Artes) ter considerado elegível a candidatura deste Festival ao Programa de Apoio Sustentado às Artes (na modalidade bienal). A revelação foi feita pela direção do Festival através da sua página na rede social Facebook, conforme noticia o Sul Informação.

A décima quarta palavra

Riu-se discretamente ao ouvir o minuto 12 do podcast. Não sei se exatamente pelo conteúdo ou se pela forma. Percebeu a ironia do minuto, da fala e do sotaque.

Os podcasts entraram na nossa vida de forma tão profunda que quase todos tivemos já um encontro, imediato ou mais prolongado, com um podcast. Aqueles que não tiveram ainda, talvez o passem a ter, fruto da curiosidade da leitura deste pequeno texto.

O suspiro do vento

Hoje, quando escrevo esta breve crónica, penso essencialmente naquilo que leva alguém a escrever um texto. Escreveria sobre alguém ou alguma coisa. Escreveria sobre uma terra, um tempo passado, uma alegria, um lamento? Ou escreveria sobre um simples movimento do momento que não se move!

O suspiro do vento é tão forte nesta breve crónica quanto o é no Alentejo, no Algarve, nos Estados Unidos ou em qualquer lugar.

O momento antes de dormir

Na semana passada, falamos sobre a insistência. Não sei exatamente porquê, decidi insistir num tema que muita gente poderá insistir. A insistência da semana passada, como qualquer insistência só deve ir até ao momento certo da sua existência. Prefixos diferentes mas raízes iguais. É tão curiosa a língua portuguesa.

Curiosa e diversa. Diversa e filha de várias origens, como a árabe! E isto leva-nos ao momento seguinte deste texto.

“Alentejanos de gema” – Henrique Pousão

por Joana Casca

Henrique Pousão foi um pintor português, pertencente à primeira geração naturalista. O alentejano, conhecido como o mais inovador pintor português da sua geração, destacou-se pela sensibilidade com que retratava os sítios por onde passava. Hoje em dia, as suas obras já chegam a cidades como Roma e Paris.

Fomos à festa com os "Baila Maria"

A amizade e a paixão pela música estiveram na génese deste projeto que surge em 2015. Conhecidos como os Baila Maria, a banda alentejana já percorreu o país de norte a sul com o seu baile moderno que atravessa todas as tendências musicais. O projeto começou apenas com dois elementos, mas atualmente já atuam com cinco e até mesmo com sete membros.

Alcácer do Sal: Descobertas sepulturas de Cavaleiros da Ordem de Santiago

Por Joana Casca

No âmbito da escavação arqueológica que o Setor de Arqueologia, Património e Museus da Câmara Municipal de Alcácer do Sal está a realizar na Capela do Tesouro, no Santuário do Senhor dos Mártires, foram encontrados vários achados de grande valor para a história de Alcácer e do monumento, que foi o primeiro Panteão da Ordem de Santiago em Portugal.

Páginas