Está aqui

Central a carvão de Sines

Central a carvão de Sines encerrará em janeiro de 2021

A EDP anunciou hoje, dia 14 de julho, que irá encerrar a central a carvão de Sines em 2021. O motivo passa pela possível participação da empresa no desenvolvimento do projeto de hidrogénio verde em Sines.

De acordo com a EDP e como noticiado pelo Jornal Económico, “no caso da central de Sines (1.180 MW), que não produz energia desde janeiro 2020, é hoje entregue uma declaração de renúncia à licença de produção, para encerramento em janeiro de 2021. Até esta data, a central produzirá o estritamente necessário para a queima do carvão armazenado”.

Centrais a carvão de Sines e do Pego vão perder isenção na produção de eletricidade

As centrais a carvão de Sines e do Pego vão pereder em 2021 as isenções de taxas na produção de eletricidade.

O Governo vai reduzir a isenção fiscal atribuída a combustíveis fósseis na produção de eletricidade em mais 25% no próximo ano. Assim, a redução progressiva do benefício fiscal vai manter o ritmo, apesar de o Executivo ter antecipado o fecho das centrais elétricas a carvão, como avança o Negócios.