Está aqui

Brexit

Novo Primeiro-Ministro, mesmo Brexit?

Esta semana Boris Johnson sucede a Theresa May na liderança do Partido Conservador no Reino Unido tendo sido nomeado Primeiro-Ministro.

O que muitos anteviam e receavam acabou por suceder. No Reino Unido, temos agora um Governo totalmente constituído por ministros defensores do Brexit.

Com esta alteração governamental, a União Europeia já veio dizer que não irá fazer qualquer alteração ao documento já discutido com Theresa May (e já chumbado três vezes pelo Parlamento britânico).

Produção de frutos vermelhos no Alentejo ameaçada pelo Brexit

Os produtores de frutos vermelhos estão a tentar encontrar soluções para o impacto da saída do Reino Unido da União Europeia, que passam por diversificar mercados de escoamento dos produtos.

Barreiras alfândegárias e desvalorização do euro face à libra são os dois maiores problemas que preocupam os produtores, segundo Luís Pinheiro, presidente da LusoMorango, com produções no Alentejo e Algarve que em 2018 atingiram 10 mil toneladas, 70% delas absorvidas pelo Reino Unido e pela Alemanha.

Ainda agora começou…

Estamos a começar a terceira semana de 2019 e parece que já temos matéria para um novo ano civil.

Começámos com a tomada de posse de Bolsonaro com o cumprimento de algumas promessas como por exemplo a retirada de autonomia a comunidades indígenas.

Continuámos com um canal generalista que esqueceu por completo a norma constitucional portuguesa que proíbe a publicidade a entidades fascistas ou fascizantes e a convidar um dos principais rostos dessas mesmas entidades para uma entrevista.

Best Friends Forever, o fim “Ato 24”

Esta semana assistimos a um corrupio de cimeiras mundiais multilaterais e bilaterais que se podem entender como respostas e contrarrespostas umas às outras. A cimeira multilateral da NATO (ou cimeira bilateral Trump/Nato) e as cimeiras bilaterais Trump/Putin que teve as respostas condizentes nas cimeiras promovidas pela União Europeia, primeiro com a China e depois com o Japão.

Fakebook

Depois dos recentes escândalos que fizeram abanar a estrutura do Facebook e tremer a sua hegemonia, Mark Zuckerberg revelou aquilo que muitos de nós já desconfiávamos: o Facebook analisa o conteúdo partilhado em privado do mesmo modo que analisa o conteúdo público.

ZORRINHO PEDE "PRIORIDADE ABSOLUTA" NA DEFESA DOS DIREITOS DOS CIDADÃOS EUROPEUS

O eurodeputado eborense Carlos Zorrinho pediu em Estrasburgo prioridade na protecção dos direitos dos cidadãos europeus. “Proteger os direitos dos cidadãos europeus e o futuro do projecto europeu no quadro dos Tratados é uma prioridade absoluta”, defendeu Zorrinho no debate sobre o Brexit na sessão plenária do Parlamento Europeu, esta manhã,  salientando porém na sua intervenção que “queremos continuar a cooperar com o Reino Unido e nada nos move contra o seu povo.”

VAI MESMO HAVER BREXIT?

 

Já andamos todos enfadados deste tema, mas a verdade é que ele nos vai acompanhar (sendo otimista!) pelo menos nos próximos dois anos. E como tal, há que habituar as massas à presença deste assunto de forma constante na ordem do dia durante um considerável período de tempo.

OS PERIGOS DO POPULISMO

Não é por acaso que o discurso do Sr. Presidente da República Portuguesa no 43º aniversário do 25 de Abril, tivesse sido virado para o combate ao populismo.

THE DAY AFTER BREXIT

Ontem foi entregue pelo Reino Unido a carta que formaliza a invocação do artigo 50º do Tratado de Lisboa e assim oficializar o pedido de saída da União Europeia. As negociações começarão agora e poderão durar um prazo previsto de 2 anos (prazo este que é expectável terminar antes das eleições Europeias de 2019).

A ASCENSÃO DO POPULISMO QUE ESTARRECE A EUROPA

Depois da “Trumpalhada” de Hillary os velhos fantasmas europeus estão de volta. A eleição de Donald Trump desencadeou, um pouco por todo o mundo, um terramoto político, que para já teve a virtude de avivar, encorajar e empolgar os partidos populistas europeus, tanto os de direita como os de esquerda.

Páginas