Está aqui

Artes

Em Santiago do Cacém há uma inovadora Mala Voadora

Na passada semana, a Ministra da Cultura, Graça Fonseca, foi a Santiago do Cacém onde, juntamente com o Presidente da Câmara Municipal, Álvaro Beijinha, o vereador da Cultura, Jaime Cáceres, a Diretora Regional de Cultura do Alentejo, Ana Paula Amendoeira, e a Entidade Regional de Turismo, representada por João Ferreira, tendo assistido à apresentação do projeto “Mala Voadora”.

Esta estrutura artística vai desenvolver-se na Barragem de Campilhas e está orçada em cerca de quatro milhões de euros.

Delta promove energia e inspiração no pós-Covid e há prémios

Através da sua marca Delta Q, a empresa alentejana lançou o movimento 'A energia que nos inspira', com intenção de ajudar os portugueses a uma nova fase e a adaptarem-se aos desafios que se vivem nesta fase de desconfinamento, promovendo muita energia, positivismo e inspiração.

O movimento 'A energia que nos inspira: 10 dias, 10 cafés' uma campanha online de apoio aos consumidores e parceiros criativos e durará durante o mês de junho.

Mais um professor da Universidade de Évora a vencer o Prémio Pessoa

Chama-se Tiago Rodrigues e é o vencedor do Prémio Pessoa 2019.

Ator, encenador e diretor artístico do Teatro Nacional Dona Maria II, Tiago Rodrigues é também professor na Universidade de Évora, tal como o geógrafo Miguel Bastos Araújo, vencedor no ano passado.

Há um novo ciclo de exposições para ver em Évora

No Centro de Arte e Cultura da Fundação Eugénio de Almeida (FEA), em Évora, há, desde ontem, um novo ciclo de exposições.

São três novas exposições, com foco no objeto: «Fahrenheit, a consagração de Babel», «Boundless Objects» e «Arquiteturas Pintadas – figuração pós-conceptual espanhola».

Marvão aposta em ser referência mundial para a Música, Artes e Ciência

Marvão será um paraíso para a Música, Artes e Ciência  logo assim que termine a instalação da futura Academia Internacional para a Música, Artes e Ciência de Marvão.

Esta academia irá nascer na Quinta dos Olhos d´Àgua - após a celebração de um protocolo com o ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas – e que permitirá que um edifício, desativado há vários anos, cuja finalidade era ser a sede do Parque Natural da Serra de São Mamede, seja requalificado e transformado numa casa de música, artes e ciência.

A pintura de Jean Michel Basquiat e outras notas

Artista com poucos estudos, que não pode viver sem a palavra, sempre presente, por vezes abarcando o quase tudo da obra, em fundo branco, bege ou negro.

Os rostos sem qualificação possível, bocas extensas e olhos não raras vezes de sangue. Quanto aos olhos, naquele ponto para lá da perplexidade, mesmo para lá do medo.

Braços abertos ou em súplica, ou por raiva; suprema raiva – conclui-se. Outras tantas vezes apenas latente. Morreu jovem, pois claro.

“Ensino” das Artes: Trampolim para a cidadania

Refletir sobre o “ensino “das artes nas escolas é algo não consensual e que, por vezes, pressupõe alguma erudição. (Entenda-se por erudição o recurso a autores que esclareçam e, em simultâneo, provoquem o debate).

ETHNO Portugal 2018 em Castelo de Vide

O Ethno Portugal é uma residência artística única, que reúne em Portugal a música e a dança tradicional e terá lugar, pelo quinto ano consecutivo, na vila de Castelo de Vide.

De 22 julho a 1 de agosto de 2018, vão juntar-se jovens músicos e bailarinos de todo o mundo, durante 10 dias intensos de amizade, partilha e aprendizagem e que nos anos anteriores contaram com grande adesão de participantes tendo transformado esta iniciativa num sucesso.

Avis já tem uma oficina para o mundo

Avis tem – a partir de hoje - a sua “Officina Mundi”, um estúdio e galeria de arte que será instalado no edifício do Convento de São Bento de Avis, em pleno Centro Histórico.

Será um espaço, que vai incluir uma grande diversidade de exposições, além do acolhimento de artistas nacionais e internacionais e encontros com agentes culturais, sessões de documentários e ficção, entre outros. A programação será definida anualmente  e tentará maximizar parcerias e a integrar iniciativas e programas culturais já existentes no Alentejo.

"A SALTO" EM ELVAS

Começou ontem e durará até domingo a tomada artística da cidade de Elvas, o festival "A Salto", que vai encher a cidade raiana com arte contemporânea.

Promovido pela associação local Umcoletivo, esta é a segunda edição do festival e espera ter 2 mil pessoas no total dos espetáculos de cinco dezenas de artistas de todo o mundo e que apresentarão a sua arte em artes performativas, exposições, fotografia, teatro etc.

Os projetos que vão ser apresentados no centro histórico da cidade de Elvas, num evento que conta com o apoio da Câmara Municipal de Elvas.

 

Páginas