Está aqui

Acesso ao Ensino Superior

Meritocracia paga?

Esta semana o CDS apresentou uma proposta para o preenchimento das vagas que porventura restem após a realização do concurso de acesso ao ensino superior.

Segundo os centristas, a solução passaria por pagar o acesso ao ensino superior o que, resumindo, consiste em comprar uma vaga.

Aqui temos mais uma prova do elitismo centrista em que, apenas quem tenha dinheiro, poderá ter uma segunda oportunidade de acesso ao ensino superior.

Curso da Universidade de Évora tem a maior taxa de desemprego

Não sendo novidade que os cursos de Medicina e de Engenharia são os que apresentam maior taxa de emprego, talvez o seja que o curso de Arquitetura da Universidade de Évora tivesse sido aquele que, entre os alunos diplomados no ano letivo de 2015/2016, teve a maior taxa de desemprego, segundo dados do portal Infocursos.

COMEÇA A CORRIDA ÀS UNIVERSIDADES

O Ministério da Educação e da Ciência já divulgou as datas para as candidaturas de acesso ao ensino superior, para o ano letivo de 2015/2016. Para a primeira fase está aberto concurso que decorre entre 20 de julho e 7 de agosto, sendo que a 7 de setembro serão publicados os resultados e abrem as inscrições e matrículas, que poderão ser feitas até 11 de setembro.