Política Nacional

O Alentejo pós-pandemia discutido por políticos, académicos e empresários

O Departamento de Economia da Universidade de Évora organiza amanhã, por videoconferência, um debate acerca do Alentejo e os desafios da atual crise gerada pela pandemia do Covid-19.

90% das empresas nacionais já estão a funcionar

A proporção de empresas em funcionamento na primeira quinzena de maio aumentou para 90%, face a 84% na quinzena anterior, segundo dados esta terça-feira divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) e Banco de Portugal (BdP), que o Observador está a avançar.

Face à situação que seria expectável sem pandemia, 77% das empresas continuaram a reportar um impacto negativo no volume de negócios.

O confinamento tem influência na Democracia?

O confinamento tem influência na Democracia? Foi a base de nova conferência/debate.

Promovido pela ASMAV, no passado dia 14, decorreu o debate online sobre os efeitos do confinamento no apego à democracia e à liberdade.

Profissionais das artes em vigília pela Cultura, em Évora

Um grupo informal de profissionais da cultura e das artes em Évora vai promover uma vigília pela Cultura e Artes na próxima quinta-feira, dia 21 de maio, juntando-se assim a mais 11 cidades do país com iniciativas similares. A vigília vai acontecer em Lisboa, na Madeira (Funchal), em Faro, nas Caldas da Rainha, em Setúbal, no Porto, em Aveiro, em Vila do Conde, em Santa Maria da Feira, em Almada, em Coimbra e em Évora.

Portugueses já estão adaptados à vida em quarentena

Os portugueses já estão adaptados à vida em quarentena, revela o Barómetro Nielsen Covid-19.

Os dados que sustentam esta afirmação são o crescimento de 8% nos Bens de Grande Consumo, as tendências de crescimento também nos países mais próximos, o dinamismo acima da média em Alimentação, o crescimento em Bebidas (impulsionado por Cervejas, Sidras, Panachés e Bebidas Alcoólicas) e os decréscimos em Higiene Pessoal e do Lar e Frescos.

Creches e Jardins de Infância de Vendas Novas vão abrir "em máxima segurança"

As funcionárias das creches e jardins-de-infância de Vendas Novas receberam ontem Equipamentos de Proteção Individual e formação sobre Covid-19, para prepararem a reabertura dos espaços às criança.

Autoritarismo bom

Vivemos tempos bizarros, e infelizmente temo-los aceite com estranha e preocupante indiferença. Não sei se os costumes são brandos, se o povo é sereno, ou se somos todos uma cambada de carneiros. Tenho dúvidas.

Está o COVID-19 a por em causa a democracia e a liberdade em nome da segurança?

Estará a nossa Liberdade em risco com o COVID-19? Ter mais segurança implica perder direitos? Estas e outras perguntas serão respondidas neste debate com Francisco Teixeira – Professor de Filosofia, ESFH e ULP, João Duque – Teólogo, presidente do Centro Regional de Braga da UCP e Moisés de Lemos Martins – Sociólogo, Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS) da UM, com moderação – Rui Dias.

Maioria dos portugueses defende que uso de máscara deveria ser obrigatório

Os resultados da mais recente sondagem do Barómetro COVID-19 da Marktest mostram que 25% dos portugueses admitem conhecer alguém infetado com o novo coronavírus. Destaca-se o facto de 38% dos residentes na região do Grande Porto conhecerem alguém infetado por Covid-19.

 

A pior recessão económica desde a Segunda Guerra Mundial

O PIB nacional pode recuar -8% este ano e economia só deve voltar ao normal em 2021

As medidas tomadas para conter a propagação do novo coronavírus poderão resultar numa recessão de -8% em 2020, estima a Euler Hermes, acionista da COSEC – Companhia de Seguro de Créditos, que antecipa ainda que a economia portuguesa só deverá regressar à normalidade em 2021, depois de existir no mercado uma vacina. No cenário mais otimista, no próximo ano o PIB pode crescer 9%.

Páginas