Política Nacional

Portalegre reduz tarifas dos transportes públicos em 30%

A Câmara Municipal de Portalegre reduz, este ano, as tarifas dos transportes públicos em 30%, à semelhança do que já havia feito no ano passado, por via do PART - Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos, um programa governamental e que tem a participação dos municípios.
Esta medida, que é feita automaticamente, poderá ser utilizada pelos titulares dos passes “Geral Urbano”, “Geral Interurbano”, “Geral Combinado”, “Geral Linha Azul”, “Estudante Urbano, Interurbano e Combinado” e “Idoso B Urbano e Interurbano”.

Palácio em Portalegre é proposto a monumento de interesse público

A Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC) irá propor ao Governo a classificação como monumento de interesse público (MIP) para o Palácio dos Condes de Avillez, em Portalegre.

De acordo com um anúncio publicado esta terça-feira, dia 6 de julho, em Diário da República, é intenção da DGPC propor à secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural a classificação como MIP, intenção essa baseada no “fundamento” em parecer da secção do património arquitetónico e arqueológico do Conselho Nacional de Cultura, de 11 de dezembro de 2019.

Morreu o alentejano António Saleiro

Faleceu António Saleiro aos 67 anos, vítima de doença prolongada.

António Saleiro foi presidente da Câmara de Almodôvar, deputado na Assembleia da República, membro efetivo na Conferência Permanente dos Poderes Locais e Regionais da Europa, em Estrasburgo, e governador civil de Beja.

António Saleiro era mestre em Direito, pós-graduado em Administração Pública e Direito Público Económico, jurista e professor universitário na Universidade Lusófona, em Lisboa.

 

Imagem de capa de Rádio Pax.

 

 

Os do costume, para os do costume

Foi passada a mensagem para a opinião pública que em tempos de pandemia fazer-se oposição ao governo seria inconstitucional. O PSD prontificou-se a dizer que deixaria passar o orçamento suplementar, assim como a restante oposição de esquerda. O orçamento passou, mas a antever um deslize nas relações, o orçamento foi aprovado com mais abstenções do que sim´s.

Fundos de Investimento Regional

Por Jorge Pais, Presidente da Associação Empresarial de Portalegre

Governo proíbe apanha mecânica noturna no olival superintensivo

O Estudo sobre os impactos das culturas intensivas e superintensivas de olival em áreas de regadio desenvolvido pelo Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV), confirma que a prática de colheita mecânica noturna de azeitonas nos olivais superintensivos conduz à perturbação e mortalidade de aves.

Portalegre pede o fecho da central nuclear de Almaraz

A Câmara Municipal de Portalegre, reuniu ordinariamente, na passada semana, e, face aos noticiados acontecimentos de que, na última semana, teriam acontecido anomalias regulares e duas paragens na Central Nuclear de Almaraz, em Espanha - a cem quilómetros de Portugal – a autarquia decidiu avançar com uma moção que defende o encerramento desta central.

Cromeleque dos Almendres classificado como Zona Especial de Proteção

O Governo definiu o Cromeleque dos Almendres, no concelho de Évora, como Zona Especial de Proteção (ZEP). A portaria governamental, assinada pela secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural, Ângela Carvalho Ferreira, foi publicada em Diário da República, consultado pela agência Lusa.

Parque da Serra de S. Mamede passa para a gestão autárquica

A Quinta dos Olhos de Água, antiga sede do Parque Natural da Serra de São Mamede (PNSSM) e propriedade do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), em Marvão, será cedida hoje aos municípios de Marvão, Castelo de Vide, Portalegre e Arronches.

A cerimónia de cedência da infraestrutura vai ser celebrada hoje, em Marvão, sendo presidida pelo secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território, João Paulo Catarino.

Carlos Zorrinho volta à carga com a Central Nuclear de Almaraz

O eurodeputado eborense Carlos Zorrinho, do PS, voltou a interpelar a Comissão Europeia sobre um novo incidente, o segundo em cinco dias, na central nuclear de Almaraz, em Espanha.

Numa questão enviada ao executivo comunitário, o deputado pergunta “que ações pretende a Comissão tomar para verificar o que aconteceu e os potenciais riscos de repetição e ou agravamento”, e se Bruxelas entende “que foi respeitado o dever de informação definido pela diretiva aplicável”.

Páginas