Política Nacional

Novos blocos de rega de Alqueva custam 235 milhões e já estão em construção

Os 13 novos blocos de rega de Alqueva, que vão custar 235 milhões de euros e aumentar em cerca de 50 mil hectares a área regada pela aquela barragem, já estão em construção.

Os novos blocos de rega, sete em Beja, cinco em Évora e um em Santiago do Cacém, integram a segunda fase do Programa Nacional de Regadios e deverão estar prontos e a operar em 2023

25 de novembro, a outra revolução

Os militares quiseram, a população apoiou e a revolução fez-se.

Naquela que é conhecida por todos como a “revolução dos cravos” o povo português celebrou a libertação da ditadura mais antiga da Europa.

Beja recebe nova esquadra de aviões na primavera

A garantia já foi dada por Pedro Siza Vieira ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital: a deslocação da base aérea n.º 1 de Sintra para Beja vai realizar-se durante a próxima primavera.

Produção de tomate no Alentejo foi uma das melhores de sempre

As previsões agrícolas do Instituto Nacional de Estatística apontam para uma produção superior a 1,4 milhões de toneladas de tomate o que coloca o índice de produtividade por hectar extraordinário. A unidade de produção de tomate Conesa Portugal localizada em Mora (antiga Sopragol) já previa uma produção de tomate acima das melhores expectativas mas condições climatéricas "excepcionais" fizeram superar ainda mais os números de produção.

A campanha de tomate deste ano em todo o País teve uma produtividade média a rondar as 95 toneladas por hectare.

Jovem alentejana vai representar Portugal no Parlamento Juvenil da CPLP

Maria Madalena Rodrigues, aluna da Escola Secundária D. Sancho II de Elvas, foi selecionada para representar Portugal no I Parlamento Juvenil da CPLP. Acompanhada por dois jovens portugueses, que também participaram na última edição do Parlamento dos Jovens, em Lisboa, inicia hoje a participação nesta iniciativa na cidade de São Tomé, em Santo Tomé e Príncipe.

Reguengos de Monsaraz atribui Chave de Honra da Cidade ao ex-ministro Capoulas Santos

Reguengos de Monsaraz decidiu hoje distinguir o ex-ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, com a Chave de Honra do Município de Reguengos de Monsaraz.

O município alentejano propôs hoje a atribuição em reunião de Câmara justificando a decisão por considerar que Capoulas Santos foi "personalidade absolutamente fundamental no apoio ao desenvolvimento da CARMIM, no processo de aprovação do bloco de rega do nosso Concelho e subscritor, enquanto deputado, da proposta de elevação de Reguengos de Monsaraz à categoria administrativa de Cidade".

Sines pode receber mega fábrica de hidrogénio de 600 milhões de euros

A notícia resulta das mais recentes declarações do Secretário de Estado da Energia que, aos microfones da TSF, adiantou que Sines vai receber um parque fotovoltaico com 1 Gigawatt em versão auto-consumo, que baixa os custos de produção de eletricidade e que torna viável a produção de hidrogénio do ponto de vista financeiro.

Ponte de Sor vence prémio Município do Ano do Alentejo

O Município de Ponte de Sor é o vencedor na categoria "Município Projecto da Região no Alentejo" com o evento "Ponte de Sor Portugal Air Summit", no concurso “Município do Ano 2019”, promovido pela Universidade do Minho, através da sua plataforma UM – Cidades.
O Funchal é o vencedor do prémio Município do Ano Portugal 2019, com o projecto "Funchal, Destino Acessível”.

Reguengos de Monsaraz apresenta estudo sobre a situação dos ciganos em Portugal

O auditório da Biblioteca Municipal de Reguengos de Monsaraz vai receber no dia 22 de novembro o seminário “Ciganos e Literacia Digital” com uma sessão de abertura às 9h30 com a presença de José Calixto, Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, e Olga Magano, professora na Universidade Aberta e investigadora do Centro de Investigação e Estudos em Sociologia do Instituto Universitário de Lisboa.

Portugal tem um grave problema de corrupção, defende o jornalista alentejano Eduardo Dâmaso

“O livro que faltava sobre a corrupção, o chamado crime invisível”, afirma a editora Objectiva. “Olhemos a verdade de frente: Portugal tem um grave problema de corrupção”, diz o autor. Ao longo da obra são recordados casos recentes como a Operação Marquês, Face Oculta, Operação Furacão, Universo Espírito-Santo, que têm trazido a público a corrupção e os grupos de interesses instalados em Portugal. Eduardo Dâmaso alerta que, mais de 40 anos depois da viragem democrática, “pouco mudou na eficácia do combate à corrupção e aos crimes económicos a ela associados”.

Páginas