Está aqui

Opinião

3 notas breves sobre 3 filmes

As atribulações de uma espécie perdida imersa em beleza 

O amanhecer de L' Avventura (1960) - Antonioni e a solidão insuportável em dois planos, mais do que suficientes para abarcar a totalidade do pesar.

Estranha intuição, esta: perfeição entrevista e impossível de atingir.

Sincronia que um dia teremos de aceitar enquanto colecção de indivíduos - o dia antes da extinção. 

 

Crónica literária começada com A

Hoje começa o alfabeto, hoje começo com a letra A e falarei das palavras belas que existem iniciadas por essa mesma letra. Ela serve para tanta coisa. Serve para articular, serve para iniciar e acabar e serve para interjecionar o mundo. Comecemos então por aquele nome começado pela primeira letra e que para muitos terá sido o nome do primeiro homem. Tenha sido ou não, surge como um marco na vida de tanta gente. Pelo, menos assim é na minha vida, considerando que o meu sobrenome é Adão.

Um País Sem Energia 

Os últimos tempos são muito claros, um País a perder energia a olhos vistos. Esta greve dos condutores de transportes de mercadorias perigosas é bem a evidência disso mesmo.

O que aprendemos com esta greve?

O que aprendemos com a greve dos motoristas? Que, conforme as condições, o sindicato dos motoristas de mercadorias e o dos motoristas de matérias perigosas não são tão unidos assim. 

Qual foi o verdadeiro objectivo desta greve? Destabilizar o governo ou reivindicar acções que não estava previsto na greve de Abril?

Descobrimos, também, que o senhor Pardal está a ser investigado por burla. Nada que faça perder personalidade nesta greve. Por mim, não o torna duvidoso nesta luta. 

Évora com nove concertos de música clássica no FIMÉ

Trata-se da II Edição do Festival Internacional de Música de Évora, que este ano é dedicada ao período Renascentista e Barroco. Entre 21 e 25 de Agosto acontecem nove concertos, protagonizados por 20 músicos, nacionais e estrangeiros, especialistas neste repertório, que tocam em instrumentos de época.

Portugal é Lisboa e o resto é paisagem

Também na Assembleia, Portugal é Lisboa e o resto é paisagem. Ou melhor, Lisboa e Porto.

Para 10 811 436 eleitores, Portugal tem 230 deputados. Há deputados a mais, queixa-se o povo. E tem razão. Se é para representar só Lisboa e o Porto, tanto fazem 10 como 20.

O sindicato bom e o sindicato mau

Este governo foi pródigo em deixar-nos novos conceitos em democracia. Mas talvez o mais pernicioso de todos seja este com que nos brinda no final: a ideia de que os sindicatos são bons se, nas mãos da UGT ou da CGTP, puderem ser instrumentalizados para atacar um governo hostil, mas passam a ser maus se, independentes, decidirem atacar-nos no momento em que mais nos dói. Foi um modelo de argumentação tentado com os enfermeiros, mas agora verdadeiramente executado com os motoristas de matérias perigosas.

Mais uma greve dos motoristas…

Pois é, chegou mais uma greve dos motoristas, em plena época alta das férias. O que esperar? Uma verdadeira corrida aos combustíveis e aos bens essenciais nestes dias?

Desculpem que vos diga, mas que férias de m*r*a! As férias são para ir passear, ir à praia, a sítios culturais. Não para correr para uma bomba de gasolina e aguardar horas por uma gota. Tempo desperdiçado…

Parece que o dia 05-08-2019 era essencial para se saber, decidir, se a greve avançava ou não.

Ponte de Sor: Viagem a Montegrotto Therme

O Coro Gospel de Ponte de Sor, fundado pela Caminhar – Associação Cristã de Apoio Social, em janeiro de 2017, é um comunitário, composto atualmente por cerca de 40 vozes e uma banda, cujos elementos partilham a paixão pela música, pela energia e espiritualidade do Gospel, sendo apoiadas, capacitadas e envolvidas em atividades musicais e experienciando a prática coletiva e terapêutica de cantar e tocar.

Má gestão ou má-fé?

Tem hoje início mais uma greve dos motoristas de mercadorias pesadas.

Uma greve que tem estado na ordem do dia mais pelos protagonistas dos dois sindicatos que continuam a recusar negociar do que propriamente pelas reivindicações reais dos motoristas.

Temos na origem destas greves um Sindicato criado por um advogado um mês antes de convocar a greve de Abril.

Um advogado que continua a mandar no Sindicato mas que, por razões deontológicas não pode ser seu Presidente.

Páginas