Está aqui

Negócios e Empresas

Greves no Porto de Sines põem em causa investimento de 547 milhões

A concessionária do porto de Sines, a PSA, empresa estatal de Singapura, está a reagir mal às várias greves marcadas pelos estivadores desde o início do ano e ameaça rasgar o contrato de investimento assinado com o Estado para expandir o terminal de contentores, no valor de 547 milhões de euros.

A notícia é avançada hoje pelo Jornal Económico que refere o alerta da concessionária para quebras acima de 25% nas mercadorias movimentadas e perdas de nove milhões de euros, em resultado das consecutivas greves dos estivadores.

O sindicato bom e o sindicato mau

Este governo foi pródigo em deixar-nos novos conceitos em democracia. Mas talvez o mais pernicioso de todos seja este com que nos brinda no final: a ideia de que os sindicatos são bons se, nas mãos da UGT ou da CGTP, puderem ser instrumentalizados para atacar um governo hostil, mas passam a ser maus se, independentes, decidirem atacar-nos no momento em que mais nos dói. Foi um modelo de argumentação tentado com os enfermeiros, mas agora verdadeiramente executado com os motoristas de matérias perigosas.

Aeronáutica de Grândola recebe 8 milhões de euros de cofinanciamento

O Ministério do Planeamento e Infraestruturas homologou o apoio do Programa Operacional COMPETE 2020 ao investimento de 33 milhões de euros da empresa LAUAK. Este apoio vai contribuir para a implementação de uma nova unidade do setor aeronáutico em Grândola.

O cofinanciamento de 7,9 milhões de euros do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional vai apoiar a criação de 274 novos postos de trabalho, cerca de 70 dos quais altamente qualificados, e possibilitar exportações no valor anual de 30 milhões de euros, sendo "objetivo" da empresa acolher cerca de 600 trabalhadores após 2023.

Vinhos da Talha com enoturismo em plena Vila de Frades

Já ouviu de certeza que Vila de Frades já não tem abades, Mas tem adegas que são catedrais, Os seus palhetes são brilharetes, São de beber e chorar por mais. Tem que por lá passar para saber do que estamos a falar.

A Adega ACV Vinhos de Talha acaba de abrir as portas do seu enoturismo no coração de Vila de Frades, onde produz vinhos com métodos de vinificação que permanecem os mesmos desde os tempos dos Romanos, há mais de 2 000 anos.

Rui Nabeiro convida todos para a vindima Mayor

Para quem faz vinho, o momento alto do ano está prestes a chegar: a vindima e só em Campo Maior podia haver uma “vindima Mayor”.

A iniciativa “Vindima Mayor 2019”, da Adega Mayor, empresa do Grupo Nabeiro, conta com um programa desenhado para proporcionar a quem quiser participar uma experiência única onde se partilham os segredos da vindima e da vinificação que originam os vinhos mayores.

GNR está a fazer transporte de combustível em Lisboa, Alentejo e Algarve

Na sequência da Situação de Alerta declarada pelo Ministro da Administração Interna foram realizados ontem, dia 12 de agosto, pela Guarda Nacional Republicana, transportes de combustível em 13 veículos pesados de transporte de mercadorias perigosas com destino às regiões de Lisboa, Setúbal, Beja e Algarve, envolvendo um total de 26 militares da GNR.

Governo declara Situação de Alerta nacional

Está declarada a Situação de Alerta nacional  até às 23h59 do dia 21 de agosto de 2019, em todo o território de Portugal continental. A declaração foi emitida pelo Ministro da Administração Interna e decorre da situação de Crise Energética decidida pela Resolução de Conselho de Ministros nº 134-A/2019, face à suscetibilidade de serem afetados bens e serviços essenciais à população.

Canadianos querem mais 20 hectares de canábis no Alentejo

Os canadianos da Tilray já fecharam um acordo com a Herdade do Esporão para aumentar a sua produção de canábis em Portugal, passando dos 5 hectares que dispõe atualmente, para os 25.

A empresa farmacêutica canadiana tem também em Portugal instalações para processamento da canábis, em Cantanhede.

Alentejo: nestes postos não faltará combustível

Quase a ter início a tão falada greve dos camionistas e sem uma solução à vista, há postos no Alentejo onde não faltará combustível.

Estes postos são da Rede Estratégica de Postos de Abastecimento (REPA). No total do nacional são 325 postos, mais 16 que o decretado na greve anterior. Há 56 postos só para viaturas prioritárias.

Estes são dados da Entidade Nacional para o Setor Energético (ENSE) e que prevê para o Alentejo 27 postos de abastecimento: 22 para veículos em geral e 5 para veículos prioritários - dois postos nos distritos de Beja e Évora e um em Portalegre.

Alentejo com 39 milhões para laboratórios e incubadoras de empresas

O programa operacional Alentejo 2020 acaba de aprovar um total de 39 milhões de euros (com financiamento de 27 milhões por fundos comunitários) para construção de infraestruturas como centros de investigação e inovação e incubadoras para empresas de base tecnológica.

Páginas