Está aqui

Cultura

DA LINGUAGEM UNIVERSAL AO NASCIMENTO DA PROSA POÉTICA

A artista plástica Felippa Lobato apresenta o seu livro “Fios de Luz”, uma obra onde os 22 desenhos da autoria de Felippa Lobato inspiraram a escritora Mariana Inverno que fez nascer 22 textos que os acompanham.

É A BDTECA DE ODEMIRA

Vai na sua 10.ª edição e decorre entre este mês e março, na Biblioteca Municipal José Saramago. Estamos a falar da Mostra de Banda Desenhada de Odemira, organizada pela autarquia e pela Sopa dos Artistas – Associação Local de Artistas Plásticos.

A BDTECA inclui a promoção de um Concurso de Banda Desenhada, exposições, mostras documentais, a publicação do 3º catálogo “Odemira-te”, com a compilação dos trabalhos distinguidos entre 2011 e 2015, bem como a exposição dos trabalhos presentes no concurso deste ano.

ACHADO ARQUEOLÓGICO ISLÂMICO RESTAURADO EM ÉVORA

Uma taça de cerâmica datada da época da ocupação islâmica da Península Ibéria foi restaurada, em Évora, pela oficina de restauro da Câmara Municipal de Évora.

PINTORES COM PARALISIA CEREBRAL EXPÕEM EM BEJA

Até final de janeiro pode visitar, na sede da Empresa Municipal de Águas e Saneamento de Beja – EMAS, um conjunto de pinturas da autoria de utentes do Centro de Paralisia Cerebral de Beja. 

ÉVORA: CANTOS DAS JANEIRAS VÃO INVADIR CIDADE

Trata-se de uma iniciativa organizada por freguesias do concelho e a autarquia e vai colocar treze grupos a cantar as janeiras em 28 locais diferentes na cidade de Évora, no próximo dia 6 de janeiro, Dia de Reis.

O dia de Reis é, para a igreja católica, o dia da veneração dos Reis Magos, que visitaram Jesus quando este nasceu, oferecendo-lhe ouro, incenso e mirra, e que uma tradição do século VIII transformou em Blechior, Gaspar e Baltazar. Este dia marca o fim dos festejos natalícios, com a arrumação dos enfeites e árvores de natal.

PORCO ALENTEJANO CONQUISTA A EUROPA

Que o porco alentejano é o “melhor” já tínhamos noticiado aqui.

Agora recebeu luz verde e apoio da Comissão Europeia para se apresentar em Espanha, França e no resto do país que ainda não o conhece tão bem como nós.

O projeto é da Associação de Criadores do Porco Alentejano (ACPA) e vai ser financiado a 50% pela Comissão Europeia. Ao longo da duração do projecto, três anos, o orçamento será de 465.645 euros.

CANTE ALENTEJANO E A VIOLA CAMPANIÇA EM MADRID

O festival “Terras sem Sombra” – um festival de música sacra do Alentejo- e que é promovido pelo Departamento do Património Histórico e Artístico (DPHA) da Diocese de Beja, vai estar em Madrid, em fevereiro de 2016, com o objetivo de promover estas atividades culturais, de referência, na capital espanhola.

O cante alentejano e a viola campaniça vão ser o destaque, durante dois dias, no Teatro do Círculo de Bellas Artes, o centro cultural e intelectual da capital espanhola.

 

FIOS DE LUZ APRESENTADO EM ÉVORA

No próximo dia 6 de janeiro, a artista plástica Felippa Lobato apresenta o seu livro “Fios de Luz”.

Nesta obra, os 22 desenhos da autoria de Felippa Lobato fazem-se acompanhar de textos em prosa poética de Mariana Inverno.

A sessão de apresentação, que irá decorrer no Palácio de D. Manuel, em Évora, às 18h00, e será conduzida pela escritora Sara Rodi.

E SE O SEU PRESÉPIO FOSSE FICÇÃO?

Chega o Natal e surgem presépios de todo o tipo: antigos, modernos, de barro, de madeira, de material reciclado, de papel e a juntar, a esta já grande variedade, acabam por surgir sempre outros, ainda menos ortodoxos, como o que apareceu numa localidade do Ohio (Estados Unidos); inspirado pela febre dos zombies provocada pela série “The Walking Dead?”, surgiu também uma versão zombie da cena da natividade.

VALE A PENA PENSAR NO FUTURO DE VILA VIÇOSA?

Foi esta a pergunta que moveu Tiago Salgueiro a lançar aquilo a que chamou um “ato de cidadania”, um projeto de “crowdfounding” que pretende criar uma plataforma de debate -  uma discussão pública com todos os organismos e com a comunidade local – que culmine com a edição de um documento com propostas concretas para encontrar soluções com vista a melhorar e diversificar a resposta aos turistas e o futuro de Vila Viçosa.

Páginas