Está aqui

Cinema

Portugal e Espanha unidos pelo cinema

O cinema documental será o grande destaque da 6ª edição do Periferias - Festival Internacional de Cinema de Marvão e Valência de Alcântara e que se vai realizar de 10 a 20 de agosto.

Alentejo Central concentra cultura e criatividade numa plataforma eletrónica

Plataforma Cultural e Criativa do Alentejo Central, uma plataforma eletrónica onde estarão concentradas as actividades e agentes culturais e criativos do Alentejo Central e que é uma iniciativa que envolve 14 municípios, agregados na CIMAC - Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central, é um projeto de mapeamento, promoção e divulgação cultural e vai ser apresentado publicamente no próximo dia 21 de junho, em Évora

Alentejo quer aparecer nos filmes

O Alentejo quer ser o cenário de filmes e tem já um plano para atrair produções cinematográficas.

Foi apresentada esta semana, em Évora, a Alentejo e Ribatejo Film Commission e que será a responsável e grande impulsionadora destas duas regiões como cenários para produções de cinema, televisão e fotografia.

A ideia não é inédita em Portugal, uma vez que em Portugal já existem mais oito "Film Commission": Minho, Porto, Centro de Portugal, Lisboa, Arrábida, Algarve, Madeira e Açores.

Alentejo e Ribatejo ganham estrutura para desenvolver atividades cinematográficas

O Alentejo e Ribatejo já têm uma estrutura para fins cinematográficos, a «Alentejo e Ribatejo Film Commission» (ARFC), a nona Film Commission, que foi criada no nosso país, em setembro de 2017, abarca 58 municípios (47 no Alentejo e 11 no Ribatejo), cobrindo cerca de 1/3 do território continental português e que foi fundada por pessoas ligadas ao mundo audiovisual e que está a operar desde março deste ano.

Avis com nova estrutura para receber artistas de todo o mundo

Avis já inaugurou a “Officina Mundi”, um estúdio e galeria de arte instalados no edifício do Convento de São Bento de Avis, em pleno Centro Histórico, que pretende receber artistas de todo o mundo.

O espaço está preparado para uma grande diversidade de exposições, além do acolhimento de artistas nacionais e internacionais e encontros com agentes culturais, sessões de documentários e ficção, entre outros. A programação será definida anualmente  e tentará maximizar parcerias e a integrar iniciativas e programas culturais já existentes no Alentejo.

O Poder e pobreza no Alentejo dos anos 50 em filme

O poder e a pobreza no Alentejo rural dos anos 50 é o foco do filme "Raiva" de Sérgio Tréfaut, e que estreia este domingo, no encerramento do festival de cinema IndieLisboa.

Depois de ter estado em grande destaque com o filme “Alentejo, Alentejo” - e que foi um grande promotor da campanha do Cante para chegar a Património Imaterial da Humanidade da UNESCO - o realizador luso-brasileiro volta a inspirar-se no Alentejo para nova obra, tendo partido do romance "Seara de vento", do escritor alentejano Manuel da Fonseca.

Mafalda Veiga, Sérgio Godinho e Ricardo Ribeiro em Castro Verde

A quinzena cultural Primavera no Campo Branco, em Castro Verde, conta com as participações de Mafalda Veiga, Sérgio Godinho e Ricardo Ribeiro.

Para além da música a iniciativa conta ainda com um ciclo de cinema português, uma feira de artes, uma feira do livro, teatro e exposições. A quinzena começa na sexta-feira, às 21:30, no Cineteatro Municipal de Castro Verde, com o concerto de Mafalda Veiga.

A Festa do Cinema Italiano em Beja e Évora

A edição 2018 da Festa do Cinema Italiano decorrerá este ano em várias cidades nacionais: Setúbal, Lisboa, Porto, Coimbra, Cascais, Almada, Aveiro, Viseu, Moita, e vem ao Alentejo para estar também presente em Évora e Beja, de 4 e 25 de abril.

Organizado pela Associação Il Sorpasso e com o apoio da Embaixada de Itália e do Istituto Italiano di Cultura di Lisbona, o evento pretende promover o novo cinema italiano junto do público português.

“A Aparição” no grande ecrã

Com a trama passada no Alentejo, “A Aparição” é um clássico da literatura portuguesa com assinatura de Vergílio Ferreira e que chega agora ao cinema pela mão do realizador Fernando Vendrell.

Vencedor do Prémio de Melhor Filme Português no Fantasporto, o filme – com um forte pendor autobiográfico, como toda a obra de Vergílio Ferreira – leva-nos de volta à Évora do final da década de 50, Alberto Soares, um jovem escritor e professor é colocado no Liceu de Évora, tal com aconteceu na realidade com Vergílio.

Filme de Évora nomeado para melhor curta-metragem do ano

A curta-metragem "A Língua", da realizadora Adriana Martins da Silva e da produtora Carla Magro Dias, foi nomeada para melhor curta-metragem de ficção do ano dos Prémios Sophia.

Páginas