23 Novembro 2014      00:00

Está aqui

Entre Músicas

Viver entre músicas, ou seja, viver rodeado de música a toda a hora faz com que uma pessoa seja quatro vezes mais susceptível a sofrer perda auditiva. São estas as conclusões de um estudo efectuado por cientistas Alemães da Universidade de Oldenburg e Bremen, que foi publicado na revista “Occupational et Environmental Medicine”.

Este estudo foi realizado através duma análise exaustiva aos dados de três seguradoras de saúde alemãs, que juntas tinham dados sobre um total de 7 milhões de cidadãos entre 2004 e 2008. Durante esse período existiram 283.697 queixas de problemas auditivos entre os quais 238 foram de músicos profissionais. Este valor é quase 4 vezes superior aos de outros profissionais.

Existem dois tipos de surdez, o trauma acústico que ocorre pela exposição a um ruídos forte por um curto intervalo de tempo, e, a perda auditiva induzida pelo ruído que vem de uma exposição constante a um nível elevado de ruído. No caso do trauma acústico, a perda auditiva é reversível e ao fim de algumas horas o ouvido recompõe-se totalmente.

É altamente recomendado pelos médicos que os músicos protejam a sua própria audição recorrendo a tampões ou no caso da orquestra que se usem protectores entre as diferentes secções.

 

LUDWIG VAN BEETHOVEN POR JOSEPH KARL STIELER, 1820

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.