8 Novembro 2014      00:00

Está aqui

E depois de Obama? As Presidenciais americanas são de hoje a dois anos

De hoje a precisamente dois anos, terça-feira, 8 de novembro de 2016, os americanos escolhem o seu 45º presidente. Embora ainda tudo esteja muito indefinido o Tribuna traz-lhe uma antevisão dos candidatos que, para já, estão melhores colocados para substituir Barak Obama. Atente no entanto em duas coisas:

1 - Apesar de estes nomes serem apontados na generalidade da imprensa internacional como os mais bem colocados, muitos outros há que ou desejam concorrer ou já anunciaram que irão concorrer.

2 – É impossível fazer previsões com 100% certeza, pois em novembro de 2006 poucos apostariam no Senador Barak Obama para vencer aas eleições em 2008.

Democratas - Do lado dos Democratas a luta pela nomeação parece que será entre entre Hilary Clinton e o atual Vice-Presidente Joe Bidden.

 

HILLARY CLINTON

 

Hillary Clinton, 67 anos, mulher do ex-presidente Bill Clinton, Secretária de Estado no primeiro mandato de Barak Obama, falhou a nomeação para candidata presidencial às eleições presidenciais de 2008 precisamente em detrimento do atual presidente. A sua não continuação em funções no segundo mandato de Barak Obama, foi vista por muitos como necessária para a sua preparação para preparar a sua candidatura presidencial. Escreveu recentemente o livro “Hard Choises”, que tem estado a promover por todo o país; uma ação muito usual em políticos que se preparam para concorrer a cargos importantes (não só nos EUA, em Portugal por exemplo Passos Coelho escreveu “Mudar” quando ainda estava na oposição). Tem muito apoio por parte da estrutura do partido democrata, tendo sido inclusive chamada para participar em algumas campanhas na corrida ao Senado já este ano.

Em agosto, criticou a política externa do atual Presidente, o que foi visto por muitos analistas como uma tentativa de se demarcar da mesma. Apesar de ainda não se ter confirmado como candidata, muitos analistas dizem que já age como tal.

 

JOE BIDEN

 

 

Joe Biden, 71 anos, tem acompanhado Barak Obama como vice-presidente, nos dois mandatos.  Existem muitos precedentes históricos de vice-presidentes que concorreram depois a presidente. Começando com John Adams, vice-presidente de George Washington, entre abril de 1789 e março de 1797, sucedendo-lhe depois no cargo. O próprio vice-presidente de John Adams, Thomas Jefferson torna-se o terceiro presidente dos EUA. Mais recentemente temos os casos de George Bush pai, que  foi vice-presidente de Ronald Reagan, sucedendo-lhe no cargo. Richard Nixxon, foi vice-presidente de Dwight D. Eisenhower tentando suceder-lhe, mas perdendo para Kennedy, em 1960. Ganhou no entanto a corrida presidencial em 1968 a Hubert Humphrey, outro vice-presidente que concorreu à eleição. Já por motivos diversos, Andrew Johnson, Teodore Roosevel e Lyndon Johson sucederam no cargo por assassínio do presidente em exercício (Abraham Lincoln, William McKinley e John F. Kennedy). Harry S. Truman foi outro vice-presidente que ascendeu a Presidente por falecimento do Presidente em exercício, mas que ocorreu por causas naturais. Já Gerald Ford ascendeu a presidente pelo afastamento de Nixon, no âmbito do caso Watergate.

 Republicanos - no campo republicano as coisas estão um pouco mais confusas.

 

 

MITT ROMNEY

 

 

De 67 anos, Mitt Romney é aquele que muitos republicanos gostavam de ver novamente na corrida à Casa Branca, animados por uma sondagem de agosto, da CNN, que dizia mesmo que Romney ganharia as eleições a Obama se as eleições fossem em 2014. ”Existe um sentimento que o país perdeu um excecional Presidente”, diz o ex-Governador do Minnesota Tim Pawlenty. Em 2008, não conseguiu ser o nomeado pelo Partido Republicano em detrimento de John McCain, o que viria a conseguir em 2012, tendo perdido para Obama. Paul Ryan, que concorreu como vice-presidente de Romney em 2012, disse em Agosto que o gostava de ver concorrer novamente. A "Time" fez, no passado dia 10 de outubro, um exercício muito interessante sobre a situação de 9 candidatos, em situações parecidas à de Romney, que concorreram numa terceira tentativa ( ler aqui).

Apesar de todo este desejo Romney diz não pretender entrar na corrida, que já efetuou duas vezes.

 

PAUL RYAN

 

Paul Ryan, 44 anos, era o candidato de Romney a vice-Presidente na última corrida eleitoral. A sua juventude confere-lhe vantagem, e na altura muitos previram que iria ser uma figura determinante nos próximos anos do Partido Republicano.

 

CHRIS CHRISTIE

 

Chris Christie, 52 anos é o Governador de Nova Jérsia (New Jersey) e é um dos nomes apontados à corrida presidencial há já muito tempo. O escândalo “bridgegate”quase arruinou as sus hipótese,s mas parece ter recuperado. Na campanha das midterm elections que decorreram na passada terça-feira, foi um autêntico Globetrotter, efetuando campanhas por canditatos repúblicanos em vários Estados e dando-se assim a conhecer melhor.

 

RICK PERRY

 

Rick Perry, 64 anos, governador do Texas desde 2000, concorreu à presidencia em 2012, tendo perdido a hipótese de ser nomeado candidato presidencial pelo partido, em detrimento de Romney. Recentemente tem feito declarações mostrando-se indeciso sobre a entrada de novo na corrida e muitos analistas político apostam que o fará.

 

JEB BUSH

 

 

Jeb Bush, 61, ex-Governador da Florida, filho do ex-Presidente George Bush e irmão do também ex-Presidente George W. Bush é um dos fortes candidatos às eleições de 2016. Recentemente o seu filho mais velho disse que era mais que provável que o pai tivesse de olho na corrida à Casa Branca. A  24 de outubro a CNN noticiava que se tinha reunido com doadores. Muitos analistas dizem que a próxima corrida eleitoral será entre Jeb Bush e Hillary Clinton, prometendo o republicano o regresso aos tempos de Reagan e a democrata aos tempos de Bill Clinton, onde a América teve superavid económico. A 24 de junho, o Tribuna noticiava que os eleitores consideravam que uma eleição entre estes dois candidatos seria um regresso ao futuro.

 

 

MIKE HUCKABEE

 

Mike Huckabee, 59 anos, ex-governador do Arkansas tem falado bastante de política externa e mencionado as suas visitas a Israel, onde procura financiamento para a corrida presidencial.

 

RAND PAUL

 

Rand Paul, 51 anos, senador, filho do heterodoxo Ron Paul, inovou por ter ido inicialmente à Guatemala solidarizar-se com quem tem vida difícil em vez de ir financiar-se a Israel. O site http://www.politico.com/considerou-o o homem mais interessante da politica.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.