7 Julho 2016      17:45

Está aqui

TODOS APRECIAM UMA SOPA DE BELDROEGAS

Os amigos merecem um agrado, todos nós merecemos uma pausa e qualquer alentejano aprecia uma típica sopa de beldroegas. Estas são como as amizades, não há horta que não preserve o seu cultivo. Por isso, mãos à obra, quatro pratos na mesa e muito apetite.

Sugerimos que junte 2 molhos de beldroegas, 2 cebolas, cerca de 500 g de batatas e aproximadamente 1,5 dl de azeite. Junte à lista 1 cabeça de alho, meio quilo de pão caseiro, do dia anterior, 4 ovos e, por fim, 2 queijinhos frescos.

Primeiro, preparam-se as beldroegas aproveitando apenas as folhas, por isso, os molhos devem ser grandes. Cortam-se as cebolas às rodelas e alouram-se com o azeite. Juntam-se as folhas de beldroegas lavadas e deixam-se refogar muito bem, mexendo com uma colher de pau. Regam-se com cerca de 2 litros de água e deixa-se levantar fervura.

Posteriormente, retiram-se as peles brancas à cabeça do alho, que se introduz inteira (sem retirar a pele roxa de cada dente de alho) na panela com o caldo a ferver. Juntam-se ainda as batatas cortadas às rodelas grossas. Tempera-se a sopa de sal e deixa-se cozer. Na altura de servir, introduzem-se no caldo os ovos um a um e deixam-se escalfar. Por fim metem-se na panela os queijinhos cortados aos quartos. Coloca-se o pão cortado ás fatias numa terrina e rega-se com o caldo. À parte servem-se as batatas, os ovos, as beldroegas e os queijinhos.

Se preferir, pode ainda substituir os queijinhos frescos por um queijo de leite de ovelha fervido, cortado aos bocados. Na região de Évora, esta sopa não leva cebola, mas uma maior quantidade de alhos inteiros e sem serem pelados.

Agora, vem a parte mais divertida, que é disfrutar, com um bom vinho tinto alentejano e a afável companhia dos que lhe são mais queridos. Porque a amizade também se alimenta destes momentos.

Receita original da © Verbo Editores, adaptada daqui.

Créditos da imagem aqui.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.