31 Janeiro 2017      11:52

Está aqui

O HOLANDÊS CANTADOR DE CANTE ALENTEJANO

Chama-se Jos Van Kesteren e a sua origem e percurso profissional colocavam-no muito distante da cultura alentejana até que um dos seus filhos se casou com uma alentejana. Professor universitário de Hamburgo, doutorado em economia, hoje corre o país a cantar com o Grupo Coral Cantadores do Desassossego de Beja sempre que está em pausa letiva da Universidade na Holanda.

Ficámos a conhecê-lo numa peça assinada por Carlos Dias para o jornal o Público.

“A pronúncia não é problema quando canto modas do Alentejo”, garante Jos. Os elementos do grupo “são muito abertos e amigos, falam bem o inglês, o que facilita” o diálogo no decorrer dos ensaios e durante a “petisqueira” que se segue.

Para Jos “O Alentejo é uma região única”. Tanto que acabou por alugar  um pequeno apartamento com terraço para passar o Inverno, a pouco mais de uma centena de metros da torre de menagem do castelo de Beja. Só se queixa do frio. “Custa mais suportar cinco graus positivos em Beja que 10 graus negativos na Holanda”, garante.

Francisco Torrão, um dos impulsionadores do grupo de cantares, diz que repararam em Jos num dia em que estavam a cantar numa tasca e perceberam que o holandês estava a gravar as suas modas com o telemóvel. A diferença linguística não foi problema e o seu entusiasmo com o cante ditaram rapidamente a sua integração no grupo.

Como diz ao Público Francisco Torrão “era evidente o seu interesse em aprender as nossas modas”. Mas Jos não era propriamente um novato no canto. O seu passado ligado aos coros de igreja na Holanda ajudou muito no seu novo percurso. Jos diz-se surpreendido contudo pelo fato de que ali, no grupo, ninguém precisar de maestro.

A peça original pode ser lida aqui.

Imagem de capa de DR - Jos Van Kerteren, o primeiro do lado esquerdo da segunda fila.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.