22 Junho 2024      10:03

Está aqui

Fórum Artes e Ofícios 2024: Odemira com programa dedicado ao saber-fazer

Já arrancou o Fórum Artes e Ofícios 2024: "Transmitir o Fazer", em Odemira. Depois do sucesso da passagem pelos Açores, no ano passado, o concelho alentejano é agora a geografia perfeita para um conjunto de actividades que, durante os meses de Junho e Julho, colocam no centro do debate, da prática e da criação a aprendizagem através da prática manual, a valorização das artes e ofícios vernaculares e a importância da transmissão do conhecimento artesanal e o seu impacto sociocultural e económico na promoção de sociedades mais equitativas e sustentáveis.

Pensado pela plataforma Origem Comum e com a promoção da Câmara Municipal de Odemira, a edição 2024 "Transmitir o Fazer" conta com a curadoria da dupla de designers Kathi Stertzig e Álbio Nascimento - autores da Estratégia Nacional para as Artes e Ofícios Tradicionais - Saber Fazer (a convite do Ministério da Cultura) - que desenvolveram um programa preenchido por oficinas, exposições, workshops, visitas e actividades nocturnas com concertos e projecções de filmes, além do colóquio dedicado ao tema "Transmitir o Fazer". Esta última iniciativa, que decorre no Cineteatro Camacho Costa, a 28 e 29 de Junho, vai reunir artesãos, designers, agentes das indústrias criativas, profissionais, investigadores e especialistas das áreas das artes e ofícios, cultura, ensino e património para debater e partilhar ideias e experiências sobre a educação artesanal e as práticas tradicionais, e ainda abordar questões cruciais como a produção artesanal na educação moderna, a transmissão do saber-fazer ancestral e o efeito do conhecimento vernacular no desenvolvimento humano e social.

A inscrição para o colóquio é gratuita e pode ser feita no site oficial do Fórum Artes e Ofícios (forumarteseoficios.pt).

Hoje, dia 22 e amanhã 23 de Junho (sábado, das 09h30 às 17h30; e domingo, das 09h30 às 12h30), na Moagem de Sabóia (freguesia de Odemira), acontecem duas oficinas: uma dedicada à cestaria de cana e outra à empreita de palma, com os artesãos Domingos Vaz e Sónia Mendez, respectivamente (incrições gratuitas em forumarteseoficios.pt).

Quanto ao programa expositivo do Fórum Artes e Ofícios, que destaca a diversidade e a riqueza das práticas artesanais, já é possível visitar a mostra "Produção artesanal portuguesa: a atualidade do saber-fazer ancestral", na Biblioteca Municipal de Odemira e no Espaço CRIAR (até 30 de Junho). Promovida pela DGARTES / Programa Nacional Saber Fazer Portugal, apresenta um conjunto de artefactos representativos de várias matérias-primas e técnicas de todo o país.

"Artefactos dos Açores: O Centro de Artesanato e Design dos Açores", na Igreja da Misericórdia em Odemira, com peças únicas das artes tradicionais açorianas, inspiradas pelas paisagens das ilhas; e "Cerâmica de Odemira", organizada pela CACO – Associação de Artesãos do Concelho de Odemira, na Olaria Municipal, que exibe peças utilitárias e decorativas, destacando a cerâmica como uma das actividades mais expressivas da regiões, são as exposições que abrem ao público no dia 28 de Junho e se prolongam até Julho. A entrada é livre.

O Fórum Artes e Ofícios é uma iniciativa da plataforma Origem Comum.

A edição 2024 "Transmitir o Fazer" é promovida pela Câmara Municipal de Odemira, com organização da CACO – Associação de Artesãos do Concelho de Odemira e conta com parceria da DGARTES / Programa Nacional Saber Fazer e do Plano Nacional das Artes. A Região Autónoma dos Açores, através do Centro de Artesanato e Design dos Açores, é a convidada oficial.