19 Outubro 2019      15:42

Está aqui

Castro Verde tem uma feira quase a completar 400 anos

Foi em 1620, há 399 anos, que Filipe II, ordenou a realização da Feira de Castro, no terceiro domingo de outubro.

Esta feira cresceu rapidamente e tornou-se mesmo a principal feira do sul do país com destaque para o gado e depois para mil e uma mercadorias e produtos da terra.

Esta tradição do terceiro domingo de outubro - sempre nesta data – é tão segura que daí surgiu o dito popular de «tão certo como a Feira de Castro».

A tradição, aqui, ainda é o que era e há arraial de gado, venda dos produtos do pequeno comércio e indústria familiar, mantas alentejanas, queijos, enchidos, frutos secos e artigos feitos à mão e alfaias agrícolas.

Como diz o fado de Mariza “Quem vai à Feira de Castro, E se apronta tão bonito, Não pode acabar a Feira, Sem entrar no bailarico” e há um programa de animação que acompanha a feira com destaque para o desfile de corais Planície a Cantar ou o Encontro de Tocadores de Viola Campaniça e Cantadores de Despique e Baldão.

 

Foto de António Tito Figueira em cm-castroverde.pt

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.