12 Janeiro 2018      19:01

Está aqui

ATLA AVANÇA COM ESTRATÉGIA DE VALORIZAÇÃO DO ALQUEVA

A ATLA – Associação Transfronteiriça Lago Alqueva apresentou ontem em Reguengos de Monsaraz uma estratégia de "eficiência coletiva para a implementação de projetos que desenvolvam o recurso endógeno Alqueva em todas as suas valências".

Esta estratégia envolve os municípios do Alandroal, Barrancos, Moura, Mourão Portel, Serpa, Reguengos de Monsaraz, Vidigueira e Viana do Alentejo, a Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA), a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDR-A), o Turismo do Alentejo ERT, instituições de ensino superior, associações e agentes económicos da região e tem o "objetivo de fomentar a competitividade desses espaços através da dinamização de atividades inovadoras e fundamentadas na valorização de recursos endógenos do território e tendencialmente inimitáveis".

José Calixto, presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz e Presidente da ATLA, declarou ao TA que “os objetivos estratégicos da associação visam o desenvolvimento de uma candidatura aos PROVERE (os Programas de Valorização Económica de Recursos Endógenos), para valorizar as fileiras do turismo e da agricultura, a inovação, transformação e comercialização, a qualificação do território, a capacitação e formação dos agentes do território, a valorização de recursos territoriais e de base local, a animação e dinamização, a comunicação e o marketing territorial”. 

A ATLA – Associação Transfronteiriça Lago Alqueva foi criada em 2005 e é constituída pelos municípios de Alandroal, Moura, Mourão, Portel, Reguengos de Monsaraz, Barrancos, Viana do Alentejo, Vidigueira e Serpa, e pelos ayuntamientos de Alconchel, Cheles, Olivença e Villanueva del Fresno.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.