11 Maio 2019      13:33

Está aqui

50 anos da maior barragem do Alentejo… antes do Alqueva

Antes da construção da Barragem do Alqueva, o título de maior barragem alentejana pertencia à barragem de Santa Clara, em Odemira e que comemora, este fim de semana, 50 anos da sua construção.

A cerimónia será presidida pela Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Maria do Céu Albuquerque, hoje, pelas 15horas, junto à Barragem, mas as comemorações iniciaram-se ontem com atividades dedicadas à comunidade escolar, ações de promoção ambiental, visita às instalações da Barragem, experiências sobre energia, pinturas murais e iniciação à canoagem, inauguração de uma exposição alusiva aos 50 anos da Barragem, o colóquio “O Plano de Rega, a Barragem e a Charneca” e a tertúlia “Memórias vivas da Barragem” e a atuação do grupo de música tradicional Morcegos do Mira e Marrockhino Music, além da apresentação de um documentário sobre a construção da Barragem.

Para hoje e amanhã, do programa constam a inauguração de Monumento Evocativo, com a atuação dos alunos do Centro de Valorização da Viola Campaniça e do Cante de Improviso e apresentação de medalha comemorativa. Pelas 21.30 horas, terá início um espetáculo que reúne em palco o grupo Ala dos Namorados e a Banda Filarmónica de Lavre, seguido de espetáculo piromusical e DJ.

No domingo dia 12 de maio, também junto à Barragem, decorrerá o 2º Trail do Mira e o 13º percurso de BTT “Terras do Mira”. A partir das 15.00 horas, a Tarde Cultural contará com a atuação do grupo etnográfico Gentes do Alto Mira, Grupo Coral Cantadores do Desassossego e do artista Toy.

Durante o sábado e o domingo, das 10 às 18 horas, haverá passeios de barco, visitas às instalações da Barragem, exposição e exibição de documentário sobre a Barragem na aldeia de Santa Clara-a-Velha. Haverá transporte gratuito entre a aldeia de Santa Clara e a Barragem.

As comemorações são uma iniciativa do Município de Odemira e a Associação de Beneficiários de Mira, a maior obra pública do concelho de Odemira destinando-se a duas importantes valências: fornecimento de água para abastecimento público e rega.

Sendo estruturante para a região, a barragem tem uma capacidade total de 485.000.000 m3, sendo a área inundada pela albufeira de 1986 hectares, correspondendo a um perímetro de 242 Km. A partir de Santa Clara são beneficiados 12.000 hectares no Perímetro de Rega do Mira.

No âmbito do Plano de Rega do Alentejo, lançado em 1957, foram adjudicadas algumas obras em 1962, entre elas a barragem do Rio Mira.

 

Siga o Tribuna Alentejo no  e no Junte-se ao Fórum Tribuna Alentejo e saiba tudo em primeira mão

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.