15 Novembro 2015      13:54

Está aqui

FRANCESES APOSTAM EM ÉVORA

A multinacional francesa Lauak pretende construir uma nova fábrica, em Évora, e produzir peças em alumínio para o setor da aeronáutica.

O diretor-geral da Lauak Portuguesa, Armando Gomes, revelou à Lusa que "a decisão ao nível do grupo Lauak foi tomada", e que a empresa a trabalhar no "dossiê de investimento" do projeto que prevê iniciar a produção no final de 2016, revelou hoje um responsável do grupo.

A nova unidade fabril da Lauak vai "nascer" num lote, com cerca de 20 mil metros quadrados, no Parque da Industria Aeronáutica de Évora, onde já funcionam duas fábricas da construtora aeronáutica brasileira Embraer: "O projeto está no início. Estamos a consolidar o plano de negócios e a verificar quais são tipologias das máquinas que vamos comprar" para a futura fábrica, informou o responsável, que adiantou ainda que "será [constituída] uma empresa nova", um "centro de excelência dedicado à maquinação, engenharia e pesquisa e desenvolvimento".

Todas as peças estruturais, em alumínio, que sejam inferiores a dois metros, deixarão de ser produzidas em França e serão feitas em Portugal, nesta nova fábrica no Alentejo.

Não é, para já, conhecido o valor do investimento nem o número de postos de trabalho que vão ser criados, dados que deverão ser revelados somente em janeiro, altura em o plano de negócios já deverá estar consolidado.

O grupo Lauak - que já tem fábricas em Portugal, mais concretamente em Setúbal, onde emprega cerca de 350 trabalhadores, produzindo componentes para a Airbus e Embraer, e entre outras construtoras aeronáuticas – junta-se assim, no Parque de Indústria Aeronáutica de Évora, às duas fábricas da construtora aeronáutica brasileira Embraer, e a mais duas unidades fabris em criação, as da Air Olesa e da Mecachrome.

 

Imagem daqui

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.