15 Abril 2015      18:29

Está aqui

ALQUEVA

ALQUEVA

Espanhóis e portugueses têm estado nos últimos dois dias a discutir uma estratégia de cooperação empresarial transfronteiriça tendo como pano de fundo o Lago Alqueva.

Ontem foi a vez de José Calixto, Presidente do Conselho Directivo da Associação Transfronteiriça do Lago Alqueva (ATLA), apresentar o Plano de Acção 2020, numa apresentação que decorreu a bordo de um dos barcos de cruzeiro a navegar no maior lago artificial da península ibérica.

Hoje os encontros terminam em Olivença, onde participam cerca de 40 empresários portugueses e espanhóis. A ideia é potenciar o desenvolvimento económico da região através das fileiras do turismo, ambiente, agricultura e agroindústria e energia. 

A ATLA – Associação Transfronteiriça Lago Alqueva, criada em 2005, é constituída pelos Municípios de Alandroal, Moura, Mourão, Portel, Reguengos de Monsaraz, Serpa e pelos Ayuntamientos espanhóis de Alconchel, Cheles, Olivenza e Villanueva del Fresno.

A crise económica mundial, o problemas dos acessos deficitários, a falta de agilidade na resposta aos investidores e a desarticulação entre Portugal e Espanha em relação ao Lago Alqueva são as ameaças mais sérias identificadas.

Mas as oportunidades parecem ser muito sólidas já que se trata de um lago com características únicas capazes de o tornar numa referência internacional no plano turístico, para além deste se estar a afirmar através do seu elevado potencial agrícola e, como não podia deixar de ser, poder vir a beneficiar e muito com os fundos do novo quadro comunitário de apoio, já que conta (o Alentejo) com mais de mil milhões de euros disponíveis para serem investidos.

O Plano de Ação da ATLA encontra-se disponível para descarregar no site desta associação em:

 http://lagoalqueva.eu/ATMTGLA/

Imagem de capa daqui.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.