17 Março 2015      19:41

Está aqui

Évora: Quatro casos de pessoas extraordinárias que superaram o impossível

Superar o Impossível são o apropriado nome dado a conferências que decorrerão amanhã no Anfiteatro 3 do Colégio Luís António Verney da Universidade de Évora, pelas 18:30. Este evento contará com quatro oradores que superaram obstáculos em busca do objetivo supremo: ser feliz.

O evento iniciou-se na Madeira, tendo alcançado sucesso tal, que a organização decidiu tentar levá-lo às pessoas de Norte a Sul do país, com uma mensagem diferente... Uma mensagem de como ultrapassar os obstáculos, de modo a alcançar a paz interior, a felicidade de cada um.

A entrada é livre.

Elsa Freitas sofre de uma doença congénita, designada por Spina Bífida, que a colocou numa cadeira de rodas aos 12 anos, e que desde os 13 anos recorre à hemodiálise, programa para insuficientes renais, para sobreviver.

Pedro Pinto namorado de Carolina Trendon, ex-aluna da Universidade de Évora, que faleceu tragicamente com a precoce idade de 22 anos devido a uma embolia pulmonar. Pedro Pinto chegou a compilar em livros os textos que a namorada escreveu entre os 10 e 22 anos.

livro_qd.jpg
Mónica Ribeiro aos 13 anos perdeu os pais num dos maiores desastres naturais da História, um Tsunami que assolou o sudeste asiático em Dezembro de 2004. Mónica relata tudo o que viu e sentiu no dia do Tsunami que quase lhe tirou a vida, o depois da tragédia e, como fez para superar O Impossível.

Nour Machlah é um refugiado da guerra da Síria. O conflito iniciou-se em 2011 e ainda hoje perdura. Segundo a ONU fez já cerca de 190 mil mortos, mais de 6,5 milhões de desalojados e mais de três milhões de refugiados.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.