Está aqui

Artigos publicados

A FORÇA DA JUVENTUDE

15º ENAJ - Encontro Nacional de Associações Juvenis

Foi em Viana do Castelo que a FNAJ - Federação Nacional de Associações Juvenis organizou o 15º ENAJ, contando com figuras como o Presidente da República Portuguesa, membros do governo,  presidentes de câmara ou membros da direcção do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), entre outros, juntamente com mais de 1000 jovens presentes, organizou um evento de excelência, afirmando a força do movimento associativo juvenil no panorama nacional.

SERPA, PODERES PRESIDENCIAIS E PAZ OCIDENTAL

Festas em Honra de Nossa Sra. De Guadalupe 2017

São as festas da minha terra natal - Serpa, onde a celebração da Páscoa se junta às Festas em Honra de Nossa Sra. De Guadalupe, a nossa padroeira. Escrevo sobre isto essencialmente por 3 razões: pela gente de Serpa, pela forma forma como vivem as festas e por todo o potencial que elas representam para a terra e para a região.

SECRETARIA DE ESTADO, DÉFICE E CIMEIRA

Secretário de Estado no Alentejo

Realço naturalmente a visita efectuada ao Alentejo pela Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto, onde foi possível juntar esforços, acompanhar e observar no terreno o trabalho desenvolvido pelos jovens e associações juvenis da nossa região.

CHOQUE, GRANDES FEITOS E ENERGIA

“Eu e os políticos”

Foi este o título do livro de José António Saraiva que chocou o país em vários quadrantes, trazendo a público episódios da vida íntima de políticos portugueses do alto panorama nacional.

Quando no ano passado li sobre a publicação do livro e percebi o seu conteúdo, fiquei totalmente incrédulo, não querendo acreditar que um indivíduo com a experiência, posição e currículo do José António Saraiva iria escrever uma obra desta natureza que, além de expor os protagonistas, implicou também pessoas à sua volta. 

O MUNDO NÃO PÁRA DE NOS SURPREENDER

Violência doméstica na Rússia

GRAFIA, POLÍTICA E MEMÓRIA

Pára tudo ou Para tudo!

Como grande crítico do Acordo Ortográfico que entrou em vigor em 2015 (nas minhas crónicas nunca adoptei a nova grafia), é com enorme satisfação que olho para a proposta da Academia de Ciências de Lisboa (ACL) sobre este assunto, sugerindo um conjunto de alterações essenciais para pôr termo ao caos que se está a verificar na grafia portuguesa.

ADEUS A UM DOS GRANDES...

Adeus a um dos grandes, direito a “desligar” e Geringonça

Palavra do ano: Geringonça

Tendo sido utilizada pela primeira vez por Paulo Portas, no sentido de caracterizar negativamente o acordo feito à esquerda para governar Portugal, a verdade é que a palavra geringonça “pegou de estaca”, reflexo de um bom desempenho do governo na demonstração de uma política alternativa que está a devolver a confiança aos portugueses, não só a começaram a utilizar de forma positiva como a elegeram palavra do ano.

2016 UM “ANO DE LOUCOS”

Com grandes perdas

O ano de 2016 foi sem dúvida marcado por perdas, pelo desaparecimento de grandes personalidades que marcaram o século XX.

Em todas as áreas da sociedade perdemos pessoas que deram um grande contributo nas conquistas da humanidade e do país: Muhammad Ali e Cruijff no Desporto; Prince, David Bowie e Leonard Cohen na música; Almeida Santos na Política; Alan Rickman e Nicolau Breyner na representação; Umberto Eco pelos contributos historiográficos ou João Lobo Antunes e Nuno Teotónio Pereira na Medicina e Arquitectura, respectivamente.

SISTEMA, ADMINISTRAÇÃO E NAÇÕES UNIDAS

Mais um voto anti-sistema

Apesar de se ter verificado um certo alívio pela nomeação presidencial de um novo primeiro-ministro em Itália, afastando um cenário de eleições antecipadas com sondagens vitoriosas para um partido eurocéptico, a situação italiana está longe de ser pacífica.

 O voto expressivo do “não” no refendo italiano (65%), que levou à demissão do chefe de governo Matteo Renzi, é um exemplo claro de mais um voto anti-sistema no mundo ocidental.

Páginas