Está aqui

Educação

IX APRENDER NO ALENTEJO 2017

Em maio, a 25 e 26 de maio de 2017, o Alentejo volta a debater a Educação; é o IX Aprender no Alentejo - Encontro Regional de Educação e que terá lugar na Universidade de Évora.

Nesta nona edição serão dois os temas em destaque:  a rede de qualificação e a sua relação com o território alentejano, a sua demografia e o seu desenvolvimento social e económico (primeiro dia); a educação e a qualificação dos adultos (segundo dia).

CHOVE NAS SALAS DE AULA COMO NA RUA

Existem Escolas no Distrito de Évora que chove dentro das salas de aulas.

Lança-se o alerta de dois casos que necessitam de intervenção Urgente:

 

A - Escola Secundária André de Gouveia

A Escola Secundária André de Gouveia construída em 1978, necessita de obras urgentes.

É possível verificar todos os dias os efeitos da chuva, de canalizações em rutura, de curtos circuitos elétricos avariados, com os estragos sucessivos em servidores e computadores e perda importante de documentação.

ÉVORA VAI TER UM CARNAVAL MATINAL

Será na manhã de 24 de fevereiro que decorrerá em Évora um desfile de Carnaval que animará o centro histórico da cidade e no qual se prevê estejam cerca de 2000 figurantes: desde crianças do Pré-Escolar e alunos do 1º Ciclo, a utentes e funcionários de instituições de apoio à pessoa com deficiência e instituições de apoio à terceira idade, num total de 29 instituições das áreas educativa e social.

AVIS QUER AJUDAR NAS DIFICULDADES NA APRENDIZAGEM

O Projeto IDEA – que visa a investigação das dificuldades na aprendizagem para promover a Evolução na mesma – vai apresentar na Biblioteca Municipal “José Saramago, em Avis, no dia 25, pelas 14:30h, o Resultado de uma síntese detalhada dos trabalhos apresentados e de outros desenvolvidos nos Encontros IDEA, o acrónimo de Investigação de Dificuldades para a Evolução e Aprendizagem

OURIQUE TEM OCUPAÇÃO PARA CRIANÇAS EM FÉRIAS ESCOLARES

Segundo o município a iniciativa de ocupação de tempos livres para crianças em férias escolares desenrola-se "no quadro das políticas municipais de apoio às famílias, às crianças e aos jovens". Para o efeito o município disponibilizou a todos os Pais e Encarregados de Educação um ATL de Natal durante o período das férias escolares, entre hoje, 19 de dezembro e 2 de janeiro de 2017.

DEPUTADOS QUEREM O CONVENTO DE SÃO FRANCISCO RECUPERADO

A iniciativa coube ao deputado socialista pelo círculo de Portalegre, Luís Moreira Testa que quer ver o Convento de S. Francisco, um importante património da cidade de Portalegre, recuperado e valorizado ao abrigo do projeto “Revive” de modo a que se transforme num ativo económico, a par da igreja de S. Francisco e da Fábrica Robinson.

ALENTEJO NA TOPO DA PRÉ-ESCOLARIZAÇÃO

Os dados – relativos ao ano letivo de 2014/15 - são da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência e mostram que a pré-escolarização no Alentejo apresenta uma taxa de 95,4%.  

No ensino artístico especializado, o Alentejo é terceiro no número de alunos ao abrigo desta especificidade, e a região é quarta no número de adultos inscritos em cursos de Educação e Formação e no número de alunos inscritos no Ensino Secundário.

DIA DOS CASTELOS CELEBRADO EM VILA VIÇOSA

No próximo dia 7 de Outubro (sexta-feira), terá lugar no Castelo de Vila Viçosa a apresentação da peça teatral CORAÇAM CORAÇAM.
Esta é uma iniciativa que se insere na comemoração do Dia dos Castelos, e em que as escolas do concelho de Vila Viçosa terão uma participação muito ativa, através de conferências, jogos e diversas atividades pedagógicas.
 
Esta iniciativa é promovida pelo Museu-Biblioteca da Casa de Bragança e pelo Agrupamento de Escolas de Vila Viçosa.

POLÍTICA E DIPLOMACIA NA IDADE MÉDIA

A política e diplomacia existiram desde sempre; basta que se trate de relações entre sociais para elas estarem presentes e a Idade Média não foi exceção.

EM PORTEL HÁ LIVROS PARA TODOS

Com novo início de ano escolar, a Câmara Municipal de Portel (Évora) quis marcar o momento e ofereceu a todos os alunos do 1º, 2º e 3º ciclos do concelho os manuais escolares.

A iniciativa pretende aligeirar o esforço financeiro das famílias e abrangeu cerca de 500 alunos num investimento de cerca 60 mil euros.

Já desde o ano letivo de 2013-2014 que garante os manuais aos seus alunos do concelho e esta iniciativa abrange todos os alunos. Aos alunos com Necessidades Educativas Especiais e que não necessitam o uso de manuais, o município atribui um apoio monetário de 100€.

Páginas