16 Agosto 2017      11:15

Está aqui

12 DIAS DEPOIS A ALDEIA ALENTEJANA DE BENCATEL CONTINUA SEM ÁGUA

Apesar dos esforços do município de Vila Viçosa para restabelecer o fornecimento de água canalizada à freguesia de Bencatel, segundo a população, não corre "uma pinga de água" nas torneiras daquela aldeia alentejana. O problema dura há 12 dias e, segundo comunicado da autarquia, têm-se procurado soluções com recurso a uma bomba que permite captação a maior profundidade mas "avarias mêcanicas" impedem que a situação seja ultrapassada.

Segundo Carlos Marcos, um morador daquela freguesia, continua a não chegar a água às torneiras de Bencatel e a que chega à população é distribuída à população junto de um autotanque dos Bombeiros, estacionada junto ao Centro de Saúde de Bencatel e um outro que alterna entre a Igreja e o Bairro dos Açores e apenas permite pequenos armazenamentos.

Entretanto a autarquia fez chegar um comunicado à população atribuíndo a situação às condições de "seca extrema" que assolam a região e que está a fazer tudo para resolver o problema, nomeadamente o abastecimento do depósito da aldeia com recurso a autotanques.

Para já a Câmara Municipal de Vila Viçosa pede restrições no uso da água, limitada no uso em refeiçoes e higene pessoal.

Parece irónico que uma freguesia cuja riqueza de outros tempo estava nos seus lençóis de água e numa lagoa cujas águas formavam uma ribeira que ia desaguar no rio Lucifecit e que chegou a alimentar 19 azenhas para moer farinha, e em que todos os quintais e hortejos eram férteis em hortaliças e fruta, tenha ficado repentinamente sem "uma pinga de água" nas torneiras, e obrigada a "uma corrida" à água engarrafada.

Imagem de capa de emtempo.com

 

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.